quarta-feira, outubro 03, 2007

Almada - Cidade da Água


Este título pode ter várias leituras.
Não o estou a usar com ironia, mas sim com preocupação. Porque o espaço da Lisnave continua sem sofrer alterações (um pouco mais degradado e abandonado...), apesar dos estaleiros da Margueira já terem sido encerrados há mais de seis anos e já terem "dado à luz" vários projectos para o local...
Segundo o "DN" de hoje, a grande prioridade do Fundo Margueira Capital continua a ser encontrar investidores para o projecto Almada Nascente, apresentado ontem durante a Waterfront 2007.
O investimento procurado é de mais de mil milhões de euros e para realizar ao longo de vinte anos...
Pois, não estamos a falar de tostões, mas de mil milhões...
Claro que estes vinte anos também serão vinte cinco ou trinta, porque já passaram os ditos seis anos, e pelo andar da carruagem, vamos ter de esperar mais uns quantos, para se iniciar o projecto.
Tenho pena é que Cacilhas, cada vez mais degradada, continue refém destes sonhos megalómanos, que nem sabemos se poderão ser concretizados, apesar da sua beleza e inovação, porque estamos a falar de valores demasiado elevados...
Ao ouvir falar dos mil milhões de euros para a Cidade da Água, não consigo deixar de pensar no que se poderia fazer, apenas com a milésima parte deste valor, numa localidade tão bonita e abandonada...

7 comentários:

Maria disse...

Nem dá para comentar...
Entretanto já vi abaixo que há muito a ver em Almada nos próximos tempos...

Abraço

hora tardia disse...

mas tem uma super presidente de câmara....


______________________


e uma actividade cultural que fará inveja a mts autarquias....

_______________________.


bom dia!

Rosa dos Ventos disse...

Tens razão!
A fasquia fica tão alta que nunca mais lá se chega...
Bastava bom senso, criatividade e algum investimento!

Abraço

Luis Eme disse...

O mais giro é a variação dos números, Maria.

O "DN" fala em mil milhões, o "Jornal da Região" em mil e quinhentos milhões.

Vai ser lindo, então se for como o metro...

Luis Eme disse...

Tens razão, "Hora Tardia", a Maria Emília é uma super presidente.

E a actividade cultural é de facto uma bandeira do concelho.

Mas nem tudo o que reluz é ouro...

Luis Eme disse...

Dizeste tudo, Rosa.

São passos largos demais...

Mas o pior é sabermos que existem tantas carências, principalmente em Cacilhas, que continuam a ser adiadas, porque o importante são os projectos virtuais...

AL disse...

Penso que devemos sonhar cada vez mais!!! Se deixarmos de apresentar projectos aí é que nunca + andamos. Primeiro temos de planear, pensar, projectar, sonhar e ver se conseguimos concretizar.
Se desde logo dissermos: nao da, não vai resultar, nunca funcionou, nao ha verbas blablabla entao vamos ficar sempre sentados.

Amo Almada e acho os projectos lindos, a nossa posição deve ser de força de ânimo! Força aí Almada!!!

Deus vos abençoe!