sexta-feira, junho 23, 2017

"Almada em Festa"


Amanhã será inaugurada mais uma exposição de pintura na sede-galeria da SCALA, às 16 horas.

Desta vez alguns artistas scalanos aproveitam as Festas São Joaninas para festejar Almada...

quarta-feira, junho 21, 2017

A Cerâmica do Mártio


A exposição de artes plásticas, "Uma Vida a Pintar e a Sonhar", de Mártio, que está patente na sede da SCALA não se resume aos seus quadros (óleos, aguarelas, desenhos...), também mostra a obra gráfica e sobretudo os seus trabalhos de cerâmica.

Mártio escolheu divertir-se ao fazer bonecos de barro, na senda do grande Rafael Bordalo Pinheiro. Este seu Álvaro Cunhal é um bom exemplo da sua arte em cerâmica.

(Fotografia de Luís Eme)

sexta-feira, junho 16, 2017

Pluralidades


No próximo sábado às 16 horas será inaugurada na Oficina de Cultura de Almada a exposição de artes plásticas, "Pluralidades", com obras artísticas dos associados da Imargem, a Associação de Artistas Plásticos do Concelho de Almada.

É uma mostra de arte que vale sempre a pena visitar, pela qualidade e pela diversidade artística dos autores.

sexta-feira, junho 09, 2017

"Uma Vida a Pintar e a Sonhar"

Quem gosta de artes plásticas não deve perder a exposição de Mártio, que será inaugurada amanhã na sede da SCALA, às 16 horas.

Depois da inauguração da exposição, serão visionados quatro pequenos filmes sobre a obra do autor, que abrirão uma conversa aberta sobre o Mártio e sobre o mundo das artes, na qual também participarei.

quarta-feira, junho 07, 2017

A Cultura Cansa?


Começo logo por responder à questão que dá título a este pequeno texto: claro que sim, a Cultura pode cansar, como tudo o que é  "usado" ou "aplicado" em doses exageradas.

E Almada usa e abusa da cultura, e nota-se que em vez de conseguir reduzir a sua "carga" cultural, aumenta-a...

Talvez não exista solução para reduzir as actividades culturais "privadas" no Concelho, pelo menos as organizadas pelo movimento associativo (ou até por  pessoas singulares), que não tenham qualquer dependência com o chamado poder local. Embora exista a Associação das Colectividades do Concelho de Almada, esta continua longe de se afirmar como pólo de agregação e de comunicação no seio das associações concelhias...

Mas as organizadas pelo Município, poderiam (e deveriam...) ter um calendário adequado, sem que sejam programadas duas e três actividades interessantes, no mesmo dia e à mesma hora, deixando todos aqueles que gostam de cultura, sem saber o que fazer, qual a opção a tomar...

Eu pela minha parte, já fiz saber nas colectividades a que pertenço, que a aposta, tem de ser, cada vez mais, na qualidade. A prática diz-nos que não vale a pena fazer muitas coisas, se depois não se tem a aderência do público desejada...

Quem está no poder pode continuar a assobiar para o ar e a fazer "contas de multiplicação" na cultura, mas é péssimo percebermos que já há pessoas a deixarem de aparecer em exposições, lançamentos de livros, por causa do tal "cansaço"...

(Fotografia de Luís Eme)

domingo, junho 04, 2017

O Tejo Quase Transparente...

Hoje ao passear rente ao Tejo gostei muito de ver a água límpida do melhor rio do mundo. A maré estava quase cheia e via-se muito bem a areia e algumas pedras nas margens do Tejo.

Disse para "os meus botões" que já tinha tomado banho em várias praias de mar, bem mais sujas que a praia das Lavadeiras, no coração do Ginjal...

(Fotografia de Luís Eme)