segunda-feira, junho 11, 2007

Conversa Quase Fiada...


Quando escuto as actuais variações dos discursos do Presidente da República e do Presidente do Conselho, fico com a sensação que trocaram de partido e de ideais...
O tecnocrata que chegou a ser comparado com os eucaliptos, por secar tudo à sua volta, depois de ter esvaziado o nosso país de humanismo, substituindo-o por valores mais próximos da futilidade e do materialismo, está um homem novo. A nova versão Cavaco preocupa-se com o povo e quer que ele lute, que deixe de se conformar...
O presidente do Conselho de ministros conseguiu ir muito mais longe que Mário Soares: Este meteu o "socialista" na gaveta, mas o filósofo lá da casa deu-lhe um destino bem mais definitivo, deitou-o para o cesto dos papeis...
Discursos são isso mesmo, palavras, palavras que o vento faz voar...
O Rui lá sabia os bonecos que fazia, em 1989, quando ainda existia "O Jornal"...

10 comentários:

alice disse...

que estas palavras daqui não voem, então. um discurso escrito ainda tem um valor superior ao dito ;)

Repórter disse...

Antes de fazer mais um exercício, no meu blog, é hábito dar uma volta pelos cantos que por isto ou por aquilo tenho debaixo de olho. No bom sentido, entenda-se.
E ainda bem que o fiz.
Estava exactamente a pensar em Aníbal António Cavaco Silva e da diferença que existe entre este e o outro.
A diferença está em que este Cavaco está mais pró povo, menos intelectual, mais social, menos extravagante.
Que pena aquele ar que lhe odeio. Mas nem todos podem ser bonitos. Todos os males fossem esses.
Este Cavaco está, isso sim, a atirar com o socialismo, o de Sócrates e outros, não para uma gaveta, mas para a catacumba.

Estarei a pensar bem ou a idade já não deixa?

Maria P. disse...

Quase?!...
Ou completamente fiada!

Um abraço*

Luis Eme disse...

Pois tem Alice... fica registado... não voa como as palavras ditas...

Luis Eme disse...

Embora o tenha criticado, Repórter, também gosto mais deste Cavaco, mais perto do povo (o pessoal do PSD é que não deve achar muita piada a esta equidistância dele em relação aos partidos...).

Do Sócrates não vale a pena falar... até porque faz parte do "clube" de pessoas que não gostam muito de ouvir os outros.

Luis Eme disse...

Prefiro o quase, Maria P., só para não ser demasiado definitivo...

Rui disse...

Cavaco mais perto do Povo?? És pouco estúpido és..

Luis Eme disse...

Mesmo assim, um pouco menos que tu... Atum Rançoso.

Rosa dos Ventos disse...

Se o Sócrates chegar a Presidente da República também ficará irreconhecível!
Por que razão ocorrerá este fenómeno?!

Luis Eme disse...

Deve ser do Palácio de Belém... e também de se sentirem um pouco reis da república, Rosa..