quarta-feira, setembro 13, 2006

Uma Cidade em Trespasse


Apesar da Autarquia de Almada andar há meia dúzia de anos, a acenar com alguns projectos megalómanos, para a Quinta do Almaraz e para a Margueira, descubro uma cidade, que "morre" um pouco, todos os dias.
Assusta-me bastante o que se está a passar com o comércio em Almada.
Só em três vias de Cacilhas - Rua Cândido dos Reis, Rua D. Sancho I e Avenida 25 de Abril -, encontrei vinte e uma casas comerciais fechadas, ou em vias disso, com avisos informativos de venda ou trespasse.
Se continuasse a contagem pelo centro da cidade, sei que este número ultrapassava a centena.
O começo dasta crise começou com a inauguração do Almada Fórum", uma grande superfície comercial, capaz de "secar" tudo à sua volta, graças à sua excelente oferta.
Os responsáveis do Município, cujo discurso "propagandista" surge sempre cheio de palavras bonitas, como a solidariedade, a igualdade e a justiça social, esquecem-se, cada vez mais, de as colocar em prática...
Quem diria que o "Comunismo" ia realizar uma união de facto com o "Capitalismo", tão às claras...
Infelizmente, não vi, nem vejo, uma única medida da Câmara de Almada, que tenha como objectivo a protecção ou o desenvolvimento do comércio local.
É por isso que as ruas estão cada vez mais desertas... e Almada prepara-se para ser, dentro de pouco tempo, uma cidade com menos pessoas e menos vida.
Hesitei no título desta crónica, que também poderia ser a "Balada da Cidade Triste"...

6 comentários:

Kamerad disse...

Era bom que o Camarada Jerónimo, que faz muito bem o papel de operário, na "Opereta do Partido dos Trabalhadores", explicasse essa, do casamento entre o "comunismo e o capitalismo" (bem apanhada) em Almada.

Alice C. disse...

Acho um exagero culpar a autarquia de um problema que atinge todo o país, a falência dos pequenos e médios comerciantes.
É um mau hábito culpar o comunismo de todos os males que nos batem à porta.
Também não acredito que o nosso futuro seja tão triste.
Quanto pessimismo...

Maria Alfacinha disse...

Não penso que a já recorrente questão Centros Comerciais vs Comércio Tradicional seja tão lienar assim. Faço sempre o paralelo entre Telenovela vs Cultura.
E subscrevo a opinião da Alice C., embora talvez não quando ela acha que o futuro pode ser menos triste. Sou optimista mas não tanto :-)

Costa D' Almada disse...

Quando o país está de rastos, por culpa do bloco central, o "dono da verdade" vem culpar a Câmara de Almada pelas lojas fecharem.
O que é triste, não é a cidade de Almada, mas sim quem é capaz de dizer as coisas mais disparatadas, só para denegrir a imagem da CDU.

Luis Eme disse...

Provavelmente exagerei na dose... a Alice e a Maria Alfacinha devem ter alguma razão.
Embora as coisas não estejam nada bem por estes lados, e ainda não começaram as obras do "Metro" no centro da Cidade...

Anónimo disse...

E a Industria que existia???
Faliu... e levou uns milhares para outras bandas... até podem viver por cá mas só a dormir... depois cada vez mais o comércio dito tradicional tende a desaparecer... Rasões muitas se é uma questão politica será mais macro do que micro... pelo menos as infrastruturas em Almada cada vez mais envergonham muitos locais deste Portugal... O que não quer dizer que esteja tudo bem... o desemprego atinge o continente europeu... Já foi tempo que a nossa competividade baseava-se nos baixos salários (esta palavra é de esquerda hehehe) e durante uns anos o apoio do Fundo Social Europeu tapou muitos buracos... Agora é a doer é uma realidade mas esta realidade sempre existiu pelo menos desde que me conheço... ouvi pessoas a queixar desde que tenho compreenção e os pais e avós tb já o ouviam.... A politica não é boa não esta nem outra os INDIOS TEEM RAZÃO a natureza é o Master da lei... etc..etc... AntónioC