terça-feira, outubro 07, 2008

O Mundo de Ricos e de Pobres

Parece que o Belmiro e o Amorim perderam uns 500 milhões (claro que entretanto já devem ter recuperado uma boa parte da quantia...), numa manhã negra da bolsa...
Sim, parece. É que estas coisas da bolsa são todas virtuais, quase que parecem a "blogosfera"...
Não sei com que cara olharam para o mundo, mas provavelmente deve-lhes ter sido mais fácil sorrir que soltar uma lágrima...
Mesmo assim, talvez aproveitem esta crise para empurrar mais uns quantos trabalhadores para o desemprego, e estes sim, irão ficar abalados, com a redução do salário modesto (normalmente inferior a 500 euros), tão importante e tão ginasticado durante o mês...

Eles são bons em alguns teatros e fingem que não sabem que há quem viva numa "Casa de Papelão", como esta de Robert Doisneau...

8 comentários:

Maria disse...

É virtual, como dizes...
Logo logo recuperam tudo e continuarão a ganhar milhões à custa de quem exploram...

Beijinho, Luís

Maria P. disse...

Cada vez se acentuam mais as diferenças, é a desilusão...

Beijos, Luís M.

OBSERVADOR disse...

Que grande desaire devem ter tido os senhores Amorim e Belmiro, coitados.

Aflige-me, isso sim, os desgraçados que levarem por tabela.

Lúcia disse...

O teu texto e a imagem, lembrou-me o filme de Eddy Murphy que acho que se chamava exactamente Ricos e Pobres.
Beijos

Luis Eme disse...

claro Maria, os pobres que se cuidem...

Luis Eme disse...

é verdade, M. Maria Maio...

o fosso alarga-se e afunda-se.

Luis Eme disse...

também a mim, Observador...

Luis Eme disse...

que é uma boa "metáfora" destes tempos, Lúcia...