domingo, abril 13, 2008

Conversas de Café (4)


- Li o que escreveste ontem.
- E então?
- Até consegui imaginar o tédio de uma cidade sem crianças... vê lá por onde andei...
- Se as coisas continuarem assim, é para lá que caminharemos...
- Achas?
- Acho. As cidades estão cada vez mais desumanizadas. Fazer filhos continua a ser fácil e agradável. O problema é o resto. Educá-los e dar-lhes uma vida digna, é cada vez mais difícil...
- Sim, é muito mais fácil comprar e educar um cão...
- Não foi por acaso que me cruzei com tantas pessoas a passearem os seus bichos.
- Achas que há volta a dar?
- Há. Só não sei é se quem nos governa, está interessado em tornar o mundo mais humano...
- Pois...

O Boneco é do José de Lemos.

18 comentários:

samuel disse...

"Só não sei é se quem nos governa, está interessado em tornar o mundo mais humano..."

Não me parece, amigo! Pelo menos que se veja...

Abraço

Rosa dos Ventos disse...

Quem tem um cão não precisa de nenhum equipamento especial para o carro, quem tem um, dois ou três filhos já não é bem assim.
Quem chega ao terceiro filho tem de ter um carro bem grande para lá caberem três cadeirinhas atrás...para não falar do resto!
Há que incentivar o nascimento de mias crianças, mas também há que aliviar a carga fiscal a quem está a contribuir para o Futuro!

Abraço

Maria P. disse...

Educar uma criança é de muita responsabilidade, quem pensa no seu futuro com seriedade, não arrisca ter mais do que um ou dois filhos...esta é a realidade.

Imaginar uma cidade sem crianças impossivel...

Beijos Luís M.

alice disse...

tenho dias em que penso que o mundo era mais humano com animais do que com pessoas... beijinhos.

OBSERVADOR disse...

Quem governa está a milhas de interesse da questão...

Oris disse...

Se eles não humanos...como achas que podem humanizar o mundo????
:)

Beijitos

Velas do Tejo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Velas do Tejo disse...

Tem-se conseguido incompatibilizar filhos com carreiras. Até na administração pública. Por causa do tempo de actividade lectiva perdida dado uma gravidez de risco, hoje, a minha mulher não é professora titular, condenada a uma carreira eternamente presa no 9º escalão, com o impacte financeiro que isso significa... Motivante?!...

Conheço outro caso de alguém que ficou igualmente de carreira condenada por ter acompanhado a resistência de 2 anos de leucemia numa criança de 10 anos. Aqui, foi ainda mais duro, porque tudo se perdeu...

Os cães têm uma grande vantagem relativamente aos filhos, é que quando estão doentes mandam-se para abate. Não é preciso faltar muito ao trabalho!

Para termos crianças, em primeiro lugar, temos de respeitar os pais!

Depois, para termos crianças nas ruas, a brincar, é preciso dar-hes segurança e tirar-lhes a consola de jogos das mãos.

Luis Eme disse...

claro que não, Samuel, querem-nos escravos como no século XIX...

Luis Eme disse...

Tens toda a razão, Rosa...

ter um cão dá só uma centésima parte das chatices de se ter um filho... mas também rouba tanto prazer...

Luis Eme disse...

Todos sabemos isso, M. Maria Maio, menos os governantes, que não facilitam a vida a quem gostava de ter filhos, mas não pode...

Luis Eme disse...

todos temos dias desses, Alice...

Luis Eme disse...

se está, Observador...

Luis Eme disse...

pois, Anoris, a resposta está aí...

Luis Eme disse...

concordo plenamente contigo, Velas no Tejo.

Pink disse...

Conversa de café cheia de verdades que muitas vezes não ousamos passar para palavras.

Gosto deste teu cantinho. Sei que tenho andado fugida da blogosfera mas hoje tirei um bocadinho e cá estou a espreitar! :-)
Bom Domingo.

Luis Eme disse...

gostei de te ver por cá, Pink...

continua a ser tão bom conversar...

Paulo Tomás Neves disse...

Há que tempos que não via um boneco do José de Lemos, do saudoso Diário Popular.
(gostei dos 3 blogs, acabei comentando só aqui... coisas!)