terça-feira, abril 29, 2008

Cada Livro Tem a Sua Própria História

O livro, "25 Olhares de Abril", é apresentado hoje, em Lisboa, na livraria "Circulo das Letras".
Tem uma história simples, houve alguém que achou que era importante recolher histórias de como tinha sido o dia 25 de Abril de 1974. Estou a falar do economista, Carlos Garrido, que também adora escrever - está a preparar a edição da sua terceira obra de contos - e cordenou a edição.
Começou a pedir a amigos e conhecidos, que escrevessem uma crónica sobre este dia especial. Não fez qualquer selecção, apostou na diversidade, em pessoas de gerações, credos e gostos diferentes.
E o resultado é este livro...
Agradeço desde já ao Carlos Garrido, por me ter dado a oportunidade de contar a história do meu 25 de Abril (muito pouco recheado de aventuras, diga-se de passagem...) e aos outros 23 companheiros de aventura (Maria Luísa Baptista, Manuela Marujo, Manuel Freire, Kalidás Barreto, José Nascimento, José Carlos Fonseca, Jorge Paulos, Joaquim Alves Lavado, Ilda Januário, Gabriela Silva, Fernando Vasco, Fernando Barão, Domingos Marques, Cristovão de Aguiar, Cid Simões, Carlos Pimenta, Carlos Cardoso Luís, Artur Vaz, Ana Júlia Sança, Alice Tomé, Albino Moura, Aida Baptista, Abrantes Raposo) entre amigos, conhecidos e ilustres desconhecidos, que espero conhecer logo, ao fim da tarde...

18 comentários:

Maria P. disse...

Uma excelente ideia.
Que corra tudo bem logo...;)

Beijos*

Rosa dos Ventos disse...

O meu primeiro 1º de Maio foi passado a ouvir um belo e inflamado discurso de Kálidas Barreto em Torres Novas!
O meu filho mais velho era bem pequenino e estava às cavalitas do pai!
Pena eu ainda não ter interesse pela fotografia...
Seria um belo e saudoso documento!
Foi uma boa ideia essa das 25 histórias de Abril.

Abraço

alice disse...

uma boa ideia que certamente culmina num bonito evento que reúne pessoas à volta desta data que foi marcante para tanta gente. os meus parabéns e votos de que tudo corra bem, luís. um grande beijinho.

redonda disse...

Parabéns!
Que pena ser tão longe!
Depois vou procurar o livro na Fnac...

Maria disse...

Um irritante problema impede-me de estar aí contigo, hoje.
Por muitos telefonemas que já tenha feito continuo à espera de o resolver. Não vou poder estar convosco.
Mas passarei mais tarde pela livraria para o comprar...

Beijos

OBSERVADOR disse...

Desconhecidos mas com muito valor, Luis.
Confirmarás.

Carla disse...

boa sorte para um livro a comprar
beijos

samuel disse...

Uma boa ideia é uma boa ideia... em qualquer parte do mundo!

Abraço.

Luis Eme disse...

correu, M. Maria Maio...

Luis Eme disse...

este livro vai ter um lançamento no Sardoal, Rosa...

Luis Eme disse...

foi boa ideia e correu tudo bem, Alice...

Luis Eme disse...

procura, vais gostar, Redonda...

Luis Eme disse...

Vais gostar também, Maria.

há histórias bonitas deste dia lindo...

Luis Eme disse...

sem dúvida, Observador...

Luis Eme disse...

correu tudo bem, Carla.

compra, vais gostar, de certeza...

Luis Eme disse...

sem dúvida, Samuel...

redonda disse...

Comprei o livro ontem (mas encontrei-o na Almedina) vou ver se hoje o começo a ler :)

Luis Eme disse...

acredito que vais gostar porque é um livro simples, despretensioso, com o relato do 25 de Abril de pessoas comuns, Redonda...