quarta-feira, abril 16, 2008

Cantores de Abril

O espectáculo "Vozes de Abril", no Coliseu, foi um êxito em toda a linha.
Isto só fio possível, graças aos Cantores de Abril.
É por isso que realço aqui o livro, "Cantores de Abril", de Eduardo M. Raposo, historiador radicado no concelho de Almada, com entrevistas aos muitos trovadores do "Canto de Intervenção", título de outra obra do autor.
Palmas para ele e para todos os Cantores e Poetas de Abril, que já cantavam aqui e ali, antes de 1974, meio às escondidas (muitas vezes a brincarem ao gato e ao rato, com a gentalha da PIDE), de Norte a Sul.
A capa não podia ser mais bem escolhida, com o Zeca e o Adriano.

6 comentários:

alice disse...

:) beijinhos, luís *

Maria P. disse...

Um feito de assinalar, como são os feitos dos Homens de Abril...

Beijos Luís M.

Maria disse...

Nunca é suficiente recordar as Vozes de Abril.
Por todos os espectáculos que se façam.
Por todos os livros que se escrevam.
O que é preciso mesmo é perpetuar Abril, transmitindo às novas gerações os valores que Abril nos deu e o que nos custou a liberdade que conquistámos.

Obrigada, Luís.
Beijinho

Luis Eme disse...

Abril é tudo, Alice...

Luis Eme disse...

claro, M. Maria Maio...

Luis Eme disse...

eles não sabem nem sentem, o verdadeiro significado de Abril, Maria...

falam de solidariedade, justiça social, como quem fala de batatas ou cebolas...