terça-feira, março 18, 2008

A Minha Primeira Viagem à Margem Sul

As primeiras imagens que guardo na memória, do Tejo e de Cacilhas, são dos anos sessenta, pouco tempo depois da inauguração da Ponte Salazar.

Devia ter quatro, cinco anos. Lembro-me de poucas coisas. A mais agradável é a viagem de cacilheiro, que devia furar as águas e fazer aquela espuma branca que encanta qualquer criança. Lembro-me especialmente, por estar sentado ao colo do meu pai, colado a uma das janelas, com frisos de madeira, envernizados, tal como os bancos, a olhar as águas do Rio mais lindo do mundo...
Mas a "excursão" familiar não se ficou por aqui, também fomos visitar o Cristo Rei. Fez-me alguma confusão ver os barcos no rio, muito pequenos. Da nova ponte, quase não me recordo de nada. Claro que devia ser possível contar os carros que passavam pelo tabuleiro, até porque a portagem nessa época era um "luxo"...
Nesta altura estava longe de imaginar que duas décadas depois, iria escolher Cacilhas para viver...
E pensar que nunca te agradeci, Pai, por me teres trazido à Margem Sul...

18 comentários:

Maria P. disse...

A minha Mãe viveu 10 anos em Cacilhas, a sua juventude, bem vivida, segundo ela dizia, depois a mudança para este lado, ao domingo era normal o passeio até à margem sul para matar saudades, não consigo recordar a primeira viagem...

(Arrastada de novo para as boas memórias.Obrigada)

Beijinho*

Carla disse...

há memórias que nunca conseguimos apagar e que perduram para sempre
bjs

OBSERVADOR disse...

Que bela recordação, Luís.

Sininho disse...

E se o Tejo é lindo desse lado!!!

Abraço

Sophiamar disse...

Agradeces hoje, Lu�s! Nunca � tarde para mostrar quanto estamos gratos �queles que nos criaram por tudo quanto lhes devemos. E � tanto! Amigo, tamb�m me lembro de ter feito uma viagem semelhante � tua. Cacilhas, nesse tempo, era a terra onde vivia uma tia querid�ssima.
Hoje, dia do pai, resta-me dar-te um abra�o, pap� Lu�s! Parab�ns!

Beijinhossss

isabel disse...

eu lembro-me de ir ao Barreiro e levavamos o carro no barco...

boa Páscoa Luis

alice disse...

um dos meus passeios favoritos sempre que ia a lisboa quando era mais nova era atravessar o tejo no cacilheiro :) feliz dia do pai, luís. um grande beijinho.

Oris disse...

Fizeste-me recordar uma viagem idêntica...

Um beijito especial, hoje.

Cris Caetano disse...

Luís, do que fui me lembrar... :) Posso te dizer que temos alguma coisa em comum. Eu era bem pequena e aqui no Rio, haviam e ainda existem as barcas (chamamos assim) que fazem a travessia Rio-Niterói-Rio e meu pai me levou para o passeio. Lembro-me de telefonar à minha mãe - já estávamos na outra margem, em Niterói - a dizer que estava em "outro país" rsrsrsr. A tal barca era muito parecida - se não era igual, hein! - com esta , da tua foto :)
E, por isso, obrigada!

Beijinho, Luís

Luis Eme disse...

Então ainda tens alguma coisa de Cacilhas, Maria Maio...

Luis Eme disse...

Tens toda a razão, Carla...

Luis Eme disse...

É sim senhor, Observador...

Luis Eme disse...

O Tejo é sempre lindo, em qualquer parte, Sininho...

Luis Eme disse...

Pois não, Sophiamar...

Luis Eme disse...

Foi assim durante muito tempo... até porque a portagem era carissima, na época, Isabel...

Luis Eme disse...

É um excelente cruzeiro, Alice...

Luis Eme disse...

Quem bom Anoris...

Luis Eme disse...

Aqui também era quase, chegarmos a outro país, Cris...