sábado, abril 25, 2009

Rostos da Liberdade - 3


O verdadeiro Capitão da Revolução de Abril, que nunca quis ser poder, nem tão pouco se "vendeu" aos muitos interesses partidários que invadiram as Forças Armadas...

6 comentários:

Maria disse...

Terá havido outros verdadeiros Capitães da Revolução de Abril, mas este foi o mais puro de todos...

Beijinho, Luís, e um cravo Vermelho (ainda, e sempre)

Lúcia disse...

Ainda há pouco eu comentava precisamente isso aqui por casa - este homem povoa o meu imaginário por tudo isso - pelo desprendimento, pela pureza.

beijinhos, Luís e que VIVA sempre ABRIL

Observador disse...

Este não se vendeu, com toda a certeza.

Luis Eme disse...

claro que houve outros, mas ele é especial, Maria...

Luis Eme disse...

sim, Lúcia...

Luis Eme disse...

pois não, Observador.