quinta-feira, novembro 22, 2007

Que Farei Com Este Livro?

A Companhia de Teatro de Almada estreia hoje a peça, "Que Farei Com Este Livro?", da autoria de José Saramago, encenada por Joaquim Benite.
Esta peça baseada no livro do nosso prémio Nobel assinala o inicio da comemoração dos trinta anos deste grande grupo teatral sediado em Almada, que tem realizado um trabalho notável como agente cultural. Além de ser o principal promotor da Arte de Talma no concelho, também tem funcionado como uma excelente escola de actores.
O mês de Novembro tem sido memorável para José Saramago: fez 85 anos de idade e a sua obra mais representativa, "O Memorial do Convento", fez vinte cinco anos, tendo ultrapassado o milhão, com edições em todos os continentes.
Se gostam de teatro não faltem, a peça está em exibição na sala principal do Teatro Azul até 21 de Dezembro...

16 comentários:

Debaixo do Bulcão disse...

Fio a primeira peça do então Grupo de Campolide, que eu vi na velha sala da Academia Almadense, numa "excursão" de putos das escolas secundárias.
Foi uma algazarra (leia-se: falta de respeito) tão grande que só com muito profissionalismo e muita "paciência" o grupo levou o espectáculo até ao fim.

Outros tempos, e outras mentalidades (mentalidades que a CTA ajudou muito a mudar, aliás)!

António Vitorino

Rosa dos Ventos disse...

Já li vários livros de Saramago mas imagina lá que só no mês passado é que li "O Memorial do Convento", graças a um clube de leitura que frequento.
E pude concluir que é uma obra prima!

Abraço

Maria disse...

Excelente "desculpa" para ir até Almada....

Abraço

Repórter disse...

Apesar de Saramago não ser o meu género literário, reconheço que este espectáculo é imperdível.

Cris Caetano disse...

Li alguns livros do Saramago e confesso uma certa dificuldade em gostar de seu estilo, mas teatro é outro "departamento", então se o "apagão aéreo" me permitir, estarei indo já já praí assistir à peça. ;)
Beijo

almada disse...

Grande pe�a de teatro, foi tamb�m das primeiras que vi da Companhia, espero brevemente l� estar a rev�-la, naquela magn�fica sala do Teatro Azul.

Teresa David disse...

Também para mim esta peça é uma referência por ter sido exibida no ano em que comprei a casa onde vivo ainda actualmente, vindada minha cidade natal, Lisboa. Aliás lembro-me do teu comentário quando escrevi sobre o Saramago, onde narro, um episódio passado durante, exactamente, os ensaios dessa peça.
Estou curiosa por revê-la o que espero fazer em breve, embora, certamente me vá despertar algumas nostalgias!.
Bjs e bom fim de semana
TD

Luis Eme disse...

Tens toda a razão.

A CTA é uma referência incontronável na cultura almadense.

E mudou muitas mentalidades, se mudou.

Luis Eme disse...

É um grande livro, mas não precisava de ser tão "fastidioso", Rosa...

Luis Eme disse...

É mesmo, Maria...

Luis Eme disse...

Acredito que sim, o elenco promete, Repórter...

Luis Eme disse...

Tens razão Cris, este Saramago está "tratado" pelo Benite...

Luis Eme disse...

É um grande acontecimento teatral em Almada.

Luis Eme disse...

Também me lembro das tuas palavras, Teresa, e percebo, o quanto te toca este regresso de Saramago a Almada...

Dulce Alves disse...

Ouso dizer sou grande apreciadora do nosso Nobel... Gostei de dois dos livros que li da sua autoria - "Todos os nomes" e "Ensaio sobre a cegueira". Gosto da ousadia do estilo de Saramago, mas a sua impertinência e constante rejeição à pátria deixam-me algumas reservas quanto à sua pessoa...
Contudo, como gosto de teatro e gostei muitíssimo de conhecer o Teatro Azul no passado mês de Outubro, aí está um bom pretexto para deixar o 'preconceito' de lado e regressar a Almada mais cedo do que o que previa.

Luis Eme disse...

Ainda não vi, mas já me disseram maravilhas da peça, pelo que se puderes, não percas este espectáculo, Dulce...