quinta-feira, novembro 29, 2007

Carlos do Carmo, de Noite e de Dia...


Só hoje é que ouvi o CD "À Noite", de Carlos do Carmo, que foi vendido na semana passada, juntamente com a "Visão".
E gostei bastante.
Aliás, o Carlos é um dos meus fadistas preferidos. Além de ter um leque de fados extremamente poéticos, canta sempre de uma forma viva, sentida e perceptível (acho muito importante percebermos as palavras ditas por quem fala, recita ou canta...).
Este álbum ainda tem ainda outra qualidade especial, as letras foram escritas por poetas como o Nuno Júdice, José Manuel Mendes, Fernando Pinto do Amaral ou a Maria do Rosário Pedreira.
E a capa e contra-capa são obra do nosso genial Júlio Pomar, que também escreveu dois poemas...
Se gostam de fado, não percam...

16 comentários:

Repórter disse...

É pena que o Senhor Carlos, como habitualmente é tratado por quem nutre por ele algum carinho, esteja na curva descendente da vida.
Como sabemos, o implante de um pacemaker, feito há pouco tempo, deixou-o abatido. Muito abatido.
Mas continua um senhor.
Foi, é, uma grande voz. Que se ouve sem cansar.

Não gosto de fado. Mas há "coisas" que não dispenso.

Maria disse...

Nem de propósito, Luís, é um dos CDs que acabei de ouvir à bocado....
Excelentes os poemas, excelente a voz, ainda e sempre.....

Beijinho
(e obrigada)

Lua disse...

Vim até aqui através do blog da Maria (o cheiro da Ilha), tenho uma veia em que o fado me toca profundamente, são as letrsa profundamente sentidas e aqueles acordes de guitarra no inicio, esses sinto-os bem cá dentro.
Tenho o fado no sangue, o meu avô cantava aqui e ali...
Não tenho o CD vou ver se o ouço antes de o comprar.
Boa noite

Maria P. disse...

Conheço,e claro gostei, muito...

Outro, abraço*

alice disse...

no outro dia, fui vê-lo e ouvi-lo ao vivo no casino e, encantador, pediu que comprássemos o jornal e/ou a revista para ajudar a vender o cd, isto porque, palavras dele, os filhos já estão criados, mas agora tem de ajudar os netos :)

depois, aproveitou para dizer que a promoção era na rádio espanhola, porque as nacionais não se dignam passar fado... uma vergonha! (para as rádios portuguesas, claro!)

beijinho, luís.

Cris Caetano disse...

Não sou uma amante do fado, mas gosto de boa música, e isso inclúi alguns fados e alguns cantores e cantoras, e Carlos do Carmo é um deles.
Beijinho.

Teresa David disse...

Comprei o CD logo quando saiu com a Visão e deliciei-me mais uma vez a ouvir a bela voz do CC.
Bjs e bom domingo
TD

Ana Patudos disse...

Também um dos meu preferidos.
Já tive o previlégio de trocar algumas palavras com ele num jantar de beneficiência em que ele participou com os seus fados e voz inconfundível.
boa semana e fica bem
Ana Paula

Luis Eme disse...

O Carlos do Carmo deu alguma leveza ao fado, Repórter.

É sempre um prazer ouvi-lo...

Luis Eme disse...

Há coinidências giras, Maria...

Luis Eme disse...

Se gostas de fado, Lua, de certeza que vais gostar deste álbum...

Luis Eme disse...

Só podias gostar, muito, Maria P...

A Maria do Rosário Pedreira até escreveu dois fados...

Luis Eme disse...

Ele é um senhor, sem medo de usar as palavras, Alice...

E continuam a ser preocupantes, os dias da rádio, para a música portuguesa...

Luis Eme disse...

O Carlos do Carmo é um excelente interprete e faz bem a ponte entre o fado e a canção, Cris.

Luis Eme disse...

Eu ainda esperei uns dias, para o ouvir, Teresa.

é um excelente trabalho.

Luis Eme disse...

Ele além de fadista, é uma pessoa extremamente bem formada, Ana Paula.