quarta-feira, setembro 10, 2008

Novas Oportunidades Para Quem?

Embora não tenha qualquer dúvida, que o ensino melhorou nos últimos anos, por várias razões, inclusive a melhoria qualitativa dos professores, não compreendo esta tentação de se caminhar para o facilitismo, apenas com o objectivo de melhorar as médias escolares e também os níveis de habilitações escolares da nossa população (apenas para a Europa ver).

Fiquei sempre com a sensação de que o programa das Novas Oportunidades era demasiado frágil, sem grandes objectivos qualificativos, para além da distribuição de diplomas. Com os exemplos que tenho colhido, aqui e ali, percebi que pouco contribui para o desenvolvimento do país.
Também não entendo muitos dos cursos mirabolantes que os Centros de Emprego obrigam os seus inscritos, a frequentarem, sem qualquer efeito prático, além das bolsas, tão necessárias para o seu dia a dia...
A Lúcia toca na ferida muito bem.
Não percebo como é que alguns dos maus exemplos vividos durante o "cavaquistão",com o mau uso fundos comunitários, continuam a prevalecer.
Tenho muita pena que este país socrático, continue a ser "faz de conta", com os custos que todos nós conhecemos e sentimos na pele...

A fotografia, "A Informação Escolar", é de Robert Doisneau.

10 comentários:

Cris Caetano disse...

E no futuro, esses estudantes não conseguem entrar numa Universidade por falta de base no ensino médio. O país perde muito com isso.
Aqui, infelizmente ocorre o mesmo.

Beijinhos

Rosa dos Ventos disse...

Subscrevo o que dizes, embora ainda tenha a ilusão que pensam estar a fazer o que é melhor, mas era bom que parassem para avaliar as políticas educativas implementadas.
A foto de Doisneau que ilustra o teu texto é belíssima e bastante evocativa...

Abraço

Lúcia disse...

Obrigado, Luis, pela alusão. As dúvidas e rflexões que aqui expões são bastante pertinentes e têm toda a razão de ser, infelizmente.
Ainda vamos pagar um preço bem caro por todos este engodo. Embora também não enjeite as melhorias que se têm realizado em muitos domínios das aprendizagens. Mas a tendência é, realmente, encher chouriços.

Beijinhos

Maria P. disse...

Um tema a merecer a nossa atenção e debate sem dúvida.

A fotografia, belíssima escolha...

Beijos, Luís M.

isabel victor disse...

Que bela imagem ...


iv*

Luis Eme disse...

é uma vergonha, Cris...

Luis Eme disse...

não tenho essa ilusão, Rosa...

Luis Eme disse...

claro que vamos, Lúcia.

Luis Eme disse...

é uma palhaçada, M. Maria Maio...

Luis Eme disse...

pois é Isabel...