quarta-feira, setembro 17, 2008

Louvor às Mulheres Corajosas

Começo por dizer que este texto não tem uma ponta de ironia.

É sim uma mostra da identidade feminina das algumas mulheres, que não dispensam o salto alto, mesmo em "tempos de guerra"...
Só mulheres com coragem, vaidade e bastante amor próprio, são capazes de desafiar os arruamentos do centro Almada, constantemente em mudanças e povoados de buracos para todos os gostos.
Provavelmente estas mulheres já deram cabo de alguns saltos, e até já torceram os pés, mas nem por isso desistem, de andar de salto alto, porque a beleza é fundamental nestes tempos que correm...

22 comentários:

CAP CRÉUS disse...

Apoiado!
Adoro ver Mulheres bonita de salto alto, e seria uma pena que estas deixassem o salto para começarem a andar de sabrinas!
Em Almada e por aí fora...

Maria disse...

:)))
Olha se fosse eu... mas também já usei, há uns anos atrás e uns bons quilos a menos...

Beijinho, Luís

Rui Caetano disse...

Ficam muito bem. Eu gosto de ver.

Ricardo Pulido Valente disse...

bem observado;)

Lúcia disse...

Ó Luis: em poucas palavras consegues: tecer considerações acerca de moda; acerca da tenacidade do género feminino; fazer uma crítica política.
Dizes que não tem ironia. Acredito. E acredito que se fizeres um com ironia - bem, vai ser partir a rir:)
Beijos

Maria P. disse...

Começo por dizer que o meu comentário tem uma ponta de ironia.

Se a bitola para medir a coragem é a altura do sapato?!...
Bolas estou no fim da lista!!:))


Beijo, Luís M.

OBSERVADOR disse...

Concordo.
Mas, se a mulher (ou devo dizer senhora?) não se sentir bem, pelos motivos indicados, deverá arranjar alternativas.
Ou vai esperar que as obras acabem?

Só de pensar no esforço que elas fazem e os riscos que correm (entorses, por exemplo) me arrepio.

Rosa dos Ventos disse...

E olha que não é só em Almada, é por todo este país de buracos! :-))
Eu já só os uso de vez em quando...

Abraço

Sophiamar disse...

O salto alto é bastante mais elegante para um determinado tipo de vestuário mas com a moda das jeans, umas sandalinhas baixas, bem bonitas como agora há, são bem mais cómodas e menos prejudiciais.
Mas faça-se o gosto de cada um.

Beijinhos

Luis Eme disse...

claro, Cap...

Luis Eme disse...

não te preocupes, Maria, porque usar salto alto nos buracos de Almada é mesmo um acto de coragem...

Luis Eme disse...

pois ficam, Rui...

Luis Eme disse...

claro, Ricardo.

Luis Eme disse...

não sabia que tinha sido tão eloquente, Lúcia...

Luis Eme disse...

é a coragem de permanecer altiva, M. Maria Maio...

Luis Eme disse...

sempre pode trazer outro par, mais liso, para o centro de Almada, Observador...

Luis Eme disse...

não queria ir tão longe, Rosa...

Luis Eme disse...

claro, Sophiamar...

Cris Caetano disse...

Salto fino na baixa lisboeta ou na do Porto é coisa que admiro. Uso salto, mas fininho nesse tipo de calçada, é desastre na certa.

Beijinhos

Luis Eme disse...

pois é Cris...

Paula Crespo disse...

O chão de Almada e não só, porque o de Lisboa também não colabora! Mas, apesar das adversidades, também acho que não é de dispensar o salto...;)

Luis Eme disse...

é uma opção feminina, agradável ao olhar, Paula...