terça-feira, março 08, 2011

Dia da Mulher e de Carnaval

Há coincidências que podemos explorar, da melhor ou da pior maneira.

Como a de hoje, em que se comemora o Dia da Mulher e se festeja o Carnaval.

Provavelmente é o dia em que mais homens se vestem de mulheres.

Infelizmente não se trata de uma homenagem, esta "transformação" pretende quase sempre ridicularizar a mulher, segundo o olhar masculino, mesmo que seja por uma boa causa, a alegria e o pagode.
O óleo é de Olga Larionova.

12 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Nunca percebi esse gosto masculino de se vestirem de mulher, fazendo realçar aspectos menos "simpáticos" das mulheres - a mulher "matrafona"!
E olha que não é só no Carnaval, há imensas intervenções desse tipo em programas ditos de entretenimento nos vários canais da televisão!
É uma ironia do calendário que ocorre poucas vezes, a junção das duas datas...
Se gosto pouco do Carnaval, também daria uma boa discussão a festividade do dia 8 de Março...
Muita retórica, muita legislação e poucos avanços na igualdade de género!

Abraço

Luis Eme disse...

escrevi sobre muito do que dizes no "largo", Rosa...

Observador disse...

Uma única frase: ridículo e nada comemorativo.

Maria P. disse...

Hum...esta mistura de temas não "rima"...

Beijinho, Luís M.

carol disse...

É uma tradição portuguesa muitíssimo antiga. E eles divertem-se imenso! Se tivessem de "gramar" terem um "dia da mulher" entre outras coisas que elas têm de suportar, nem lhes passava pela cabeça marcararem-se de fêmeas...

carol disse...

Ah! Esqueci-me! O óleo - como quase todos os outros que põe aqui e no Largo - é belíssimo!
Obrigada

Luis Eme disse...

só me vesti uma vez de mulher no Carnaval, Rosa. acho que já contei a história dos collans...

mas foi o ano de todos nos vestirmos de mulheres e eu não ia ficar de fora.

e o Carnaval é divertido é em grupo:))

Luis Eme disse...

sim, Observador.

Luis Eme disse...

pois não, M. Maria Maio.

e a intenção estava longe da poesia popular...

Luis Eme disse...

olha que aqueles que andam de salto alto e de roupas apertadas, percebem um pouco, da parte exterior, Carol...

Cris Caetano disse...

Ora, ora, até que enfim encontro alguém que tem a mesma visão sobre os homens que se fantasiam de mulher no Carnaval. A maioria, por Terra Brasilis, costumava levar na brincadeira, dizendo que seria algum desejo enrustido, hoje há tantos fantasiados de mulher que ninguém para mais pra pensar em alguma coisa...

Mas nunca concordei, sempre achei que a idéia era a de ridicularizar a mulher, é só reparar que as "mulheres do Carnaval" têm a aparência mais feia e descuidada possível para ter alguma graça. Enfim...

Beijos

Luis Eme disse...

a maior parte sim, pelo menos por cá, neste cantinho, Cris...