domingo, setembro 27, 2009

A Tapada dos Frades

No final do lançamento do livro, quando assinava alguns autógrafos, conheci uma jovem simpática, que além de me dado os parabéns pelo livro, lançou-me um convite irrecusável, extensível a outros amigos presentes: saborear uma ginja no seu espaço comercial, "Tapada dos Frades".

Assim que a Ana se apresentou (é este o seu nome), recordei-me que ela já passou por aqui, pelo "Casario", deixando inclusive alguns comentários pertinentes sobre o comércio no concelho.
Além da ginja, gostei muito do ar da sua casa comercial, onde a qualidade, o requinte e o bom gosto, ficam na nossa retina.
Não tenho dúvidas que Cacilhas e Almada precisam de mais empresários como a Ana e o Amilcar, cuja simpatia e espírito empreendedor são uma mais valia para o Concelho.

6 comentários:

Observador disse...

Grande verdade, Luís.
Almada em geral e Cacilhas em particular necessitam de gente assim mas que precisa de ser acarinhada.

Os espaços resultam das gentes e não o contrário.

Apreciador de uma boa ginja, o António Matos não podia faltar.

Parabéns, Luís.

Frades do Vinho disse...

Luís, agradecemos este incentivo, tão importante e especial para nós. Foi com muito prazer que a Tapada dos Frades o "desafiou" para a ginjinha e uma enorme satisfação por tal ter aceite. Reiterando o expresso no nosso comentário do post anterior, o trabalho que o Luís tem vindo a desenvolver, é uma fonte de inspiração e de motivação empresarial. Até breve. Um abraço, Ana e Amílcar

Rosa dos Ventos disse...

Todas as terras ficam a ganhar com a capacidade empreendedora dos jovens e menos jovens e sobretudo se se lançam em áreas não existentes, usando a criatividade, a simpatia e o dinamismo necessários!
Parabéns à Ana e a ti!

Abraço

Luis Eme disse...

claro que não, especialmente agora, Observador.

Luis Eme disse...

eu é que agradeço, Ana e Amilcar.

não desistam!

Luis Eme disse...

sem dúvida, Rosa.

ainda bem que pelo menos na simpatia, somos apreciados no mundo inteiro.