quinta-feira, janeiro 08, 2009

A Gaivota do Barão


Gaivota


A horizontalidade do teu voo
A serenidade das tuas asas
Refletem a simplicidade
E aquilo que os homens mais ambicionam:
A LIBERDADE.
E quando te observo
Cortando no ar esse leve azul
Ou poisando nesse azul profundo
Apetece-me meditar, cantar, dançar,
Embrulhado numa veste de tule
E desencontrar-me com o resto do mundo.

Este bonito poema de Fernando Barão, escrito inicialmente no seu livro "Escapes de Uma Vida", é agora republicado no caderno, "Olhares da Outra Banda". Isto não acontece por acaso. Fernando Barão continua a ser uma das grandes figuras da cultura almadense, com uma lucidez invejável e um humor único, ele que acabou de completar oitenta e cinco anos há seis dias...

14 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

É um prazer "conhecer" homens desta estirpe!

Abraço

Observador disse...

Esse é um dos homens que merece a longevidade porque a tornou útil.

Ele, só por si, é uma obra.
Com ele só temos a aprender.

Parabéns Fernando Barão.

Cris Caetano disse...

Gostei muito, por essas bandas não há livros dele...
É uma coisa que sempre me entristece, o Brasil, que faz pouco coloca diversos autores na prateleiras das suas livrarias, mas daí pra cá é sempre difícil encontrar autores portugueses, só os mais conhecidos como Saramago, Agualusa, Miguel Sousa Tavares e alguns outros, mas a bibliografia deles, assim mesmo é pequena.

Beijinhos

Maria P. disse...

Este poema é muito bonito.
Justa homenagem.

Beijos, Luís M.

Arabica disse...

Como tão bem definiu
o que tantos de nós, sentimos.


De louvar, sem dúvida.

Menina_marota disse...

Realmente... eu não vou chegar a essa bela idade...

Grata por o partilhares, vou procurar conhecer a sua obra.

Um abraço ;)

maré disse...

inequivocamente

há gente de muita fibra!

e a mim despertam-me um sorriso largo.

Não conhecia Luís

e sou-te muito grata pelo que já me deste a conhecer.

bjs

Luis Eme disse...

é mesmo, Rosa...

Luis Eme disse...

tens toda a razão, Observador.

Luis Eme disse...

Fernando Barão é um autor local, mais conhecido em Almada porque a lógica de mercado e de promoção de livros é muito especial no nosso país, Cris...

Luis Eme disse...

também gosto muito, M. Maria Maio.

Luis Eme disse...

é verdade, Arabica...

Luis Eme disse...

nem eu, MM...

mas se chegasse, que tivesse a sua lucidez e humor...

Luis Eme disse...

muita fibra, conhecimento e humor, Maré...

o Fernando ainda conta umas anedotas deliciosas...