terça-feira, fevereiro 13, 2007

O Espião da Blogosfera


Não há nada como uma conversa de café, para colocar em revista o mundo que nos rodeia.
Foi o que aconteceu ontem, quando bebi uma bica com um rapaz conhecido do jornalismo, que o desemprego empurrou para o trabalho certo numa autarquia da Margem Sul.
Antes de falarmos de livros e jornais, ele começou logo por me dar os parabéns pelo meu blogue.
Fiquei meio desconfiado, por achar que a blogosfera ainda não era um tema de conversa de café generalizado, pelo menos entre pessoas pouco próximas.
E o mais curioso é que fiquei com a sensação que ele queria passar-me a mensagem de que o seu "patrão" está mais atento a estes novos espaços de notícias, que o que se pensa por aí.
Embora as pessoas às vezes também precisem de desabafar... como foi o caso dele.

Confessou não estar à espera que a “blogosfera” passasse a ser o seu trabalho (quase a tempo inteiro), e que o chefe quisesse, que olhasse diariamente para os "diários on line", e retirasse cópias de todos os artigos que se referissem ao Município.

O pior de tudo, é que esta actividade deixou-o tão farto da “blogosfera”, que nunca mais actualizou o seu blogue, nem sequer sente vontade de navegar na “net” em casa.
Às vezes acontece, as obrigações profissionais conseguem roubar-nos o prazer que temos em fazer algumas coisas...

Quem pensava que as “bocas” que partilhamos na rede caíam em saco roto, pelos vistos, está enganado. Segundo a versão deste "jornalista-espião", todas as notícias sobre este concelho estão arquivadas, em pastas temáticas, que são consultadas, sempre que é necessário, inclusive por vereadores.

Eu também não estava à espera, que a quase ausência de jornais locais e a proliferação de blogues, um pouco por todo o lado, provocassem o destacamento de um funcionário, como observador da "blogosfera" quase a tempo inteiro, para informar os "governantes", de como vai o mundo, na margem de cá do rio...

20 comentários:

jcfrancisco disse...

Parece-me que o melhor comentário é o do Príncipe do livro «O Leopardo» de Lampedusa: É preciso mudar alguma coisa para que tudo fique na mesma!
Eles sabem isso...

Reporter disse...

É. A blogosfera é muito mais lida, e percebida, do que se julga.
Há quem espreite com muita curiosidade tudo, ou quase, o que se escreve.
Não ponho de parte a "cusquice" institucionalizada. Ou seja, sei de quem tenha como tarefa, visualizar blogues e fazer "recortes".

Isto é um mundo, Luis. E, pelos vistos, não passa despercebido.

Ainda bem!

Maria P. disse...

Este meio que todos podemos utilizar afecta muitos, afinal aqui não são precisos os tais "favores de compadre" para publicar o que se quer.

Este é um meio a explorar, e depressa, pois não sei se esta abertura e facilidade irá durar muito tempo.

Um abraço*

Luis Eme disse...

Claro que sabem Zé do Carmo, e apostam nessa "mudança", quanto mais não seja, para manterem os tachos.

Luis Eme disse...

Concordo contigo Reporter, a blogosfera é mundo, que vai adquirindo cada vez mais importância na sociedade.

E isso não passa despercebido, especialmente a quem gosta de sublinhar com marcador vermelho nomes e factos... provavelmente para mais tarde recordar...

Luis Eme disse...

Pois é Maria, por aqui há liberdade a sério.

Esperemos que por muito tempo...

Ida disse...

Genial, Luís! E, além disso, o teu blog é um luxo em termos de informação com embalagem agradavelmente consumivel e seriedade q.b.

Mas não é assim em td lado. No brasil, os blogs ainda são muito amadores e feitos por garotada que toma isto aqui não como um meio de publicação a sério, mas como mais uma brincadeira virtual. Por isso, só ando em blogs portugueses e também pq o assunto (portugal e cultura portuguesa) interessa-me todos os dias.

Alice C. disse...

E esta?

Depois de pensar um pouco, percebi que é perfeitamente razoavel que o façam.

Era bom era que lessem com atenção algumas mensagens, enviadas com aviso de recepção, e não usassem este serviço apenas de uma forma "pidesca".

Ficávamos todos a ganhar Luís.

Luis Eme disse...

O que dizer das tuas palavras, Ida?...

Quase nada... apenas sorrir, de conentamento...

Luis Eme disse...

Vamos pensar que eles só querem ficar mais bem informados da realidade que os cerca, Alice...

Minda disse...

Pois é Luís. Disso já eu sabia há muito tempo. Em particular desde que entrei na campanha para as autárquicas e criei um blog (ainda alojado no Sapo) sobre os "incidentes" da campanha, o qual até foi motivo de discução na Assembleia Municipal tendo as intervenções sobre o assunto ficado registadas em acta e tudo.
Uma vergonha, na medida em que foram feitas acusações muito graves, mentirosas, e sem a autora estar presente para se defender... Apesar de toda a informação continuar na net para os leitores testarem a veracidade do que lá fora escrito (nunca faço acusações levianas, só me pronuncio quando tenho provas concretas e tento apresentar, sempre, os dois lados da questão, pela transparência e porque não tenho medo de assumir as minhas ideias), o certo é que, naquele momento, os autarcas presentes na AM não o podiam confirmar. E vai daí as dúvidas instalaram-se...
Foi jogo sujo e baixo demais que me abstenho de comentar. E custa bastante saber que é essa a forma de actuar de um partido que se diz grande defensor dos "valores de Abril".
Todavia, parece que a liberdade de expressão incomoda-os demasiado...

isabel victor disse...

Oh Luís ! Adorei ...
Agora tenho pouco tempo para ficar aqui, mas voltarei ... isto merece conversa

Abraço GRANDE

Luis Eme disse...

Também é isso, Minda...

Parece que a Liberdade ainda assusta muito boa gente, ou para ser mais preciso, quem continua a desconfiar da democracia e da "Vida em Liberdade"... e então cria mecanismos de "controle", como se ainda se vivessemos em Ditadura...

Luis Eme disse...

Fico à tua espera Isabel...

Pedro Farinha disse...

A grande vantagem é que a blogoesfera é, muitas vezes, informação directa de quem conhece os temas para o leitor final. Isto sem passar por critérios jornalísticos, editoriais ou desconhecimento de causa.

Luis Eme disse...

Concordo contigo Pedro.

Na blogosfera não há amarras, nem ameaças de despedimentos, se não usarmos o "livro da auto-censura"...

Isabela disse...

A mim parece-me bem que o façam. Mas para mudar para melhor, claro.

Luis Eme disse...

A mim também Isabela...

Mas duvido que mudem alguma coisa...

Cris Caetano disse...

Está aí um dos lados positivos da internet. O que eu gosto nos blogs foi termos mais oportunidade para o conhecimento e a discussão saudável sobre vários assuntos.

Luis Eme disse...

Sem dúvida Cris.

A blogosfera é mais uma forma de nos cultivarmos e de aprendermos algo mais sobre os outros e o mundo.

Com as virtudes e defeitos da própria liberdade...