quarta-feira, maio 19, 2010

Uma Fotografia do Ginjal

Ao folhear um álbum de fotografias de viagens de um inglês (num alfarrabista, o qual não fixei o nome...), vi uma fotografia do Ginjal, que aparece como sendo de Lisboa, é "Tejo, Lisabon".
O mais curioso foi esta fotografia ter sido a única tirada de Lisboa, impressa no livro. Havia um pouco de tudo, de margens de rios, desde o Sena, ao Tamisa, passando pelo Danúbio.
A fotografia era desta porta aberta, escancarrada para o Rio, não deste meu ángulo. Tinha sido tirado de frente, talvez de manhã, por não existirem reflexos de Sol nas águas do Tejo.
E é normal que seja identificada como Lisboa, para qualquer turista, ambas as margens do Rio pertencem a Lisboa...

10 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

E o rio pertence-nos a todos!
Bela foto!

Abraço

CAP CRÉUS disse...

Mas a foto é do Ginjal!
Gosto deste local, sim senhor!

Maria P. disse...

É uma excelente fotografia.

Beijinho, Luís M*

Cris Caetano disse...

E essa foto está tão bonita...

Beijinhos, Luis

Luis Eme disse...

pois pertence, desde que entra no nosso país, lá pelas Beiras, Rosa...

Luis Eme disse...

aparece por cá, Cap.

(claro que vais ficar escandalizado com tanto abandono, mas... a beleza mantêm-se)

Luis Eme disse...

com os vossos comentários ainda fico convencido que sou um grande fotógrafo, M. Maria Maio.

Luis Eme disse...

também tu, Cris?

Cris Caetano disse...

Sim, senhor... :)

E repeti-me na anterior.

Beijinhos, Luis.

Luis Eme disse...

pois, repetiste-te, Cris...