terça-feira, agosto 04, 2009

Os Palhaços e o Comércio

Há formas de protesto e de publicidade com alguma originalidade, como é o caso do conhecido pronto a vestir, "Venâncio", no coração de Almada.
Os "manequins palhaços" não estão sós na rua, têm a companhia de um texto de Charlie Chaplin.
Compreendo o desespero de quem tem uma casa de comércio aberta e sente que já nem sequer trabalha para aquecer...
Mas as causas dos seus problemas são mais antigas que as alterações de trânsito ou a passagem do Metro.
Claro que só se fizeram sentir com a abertura do centro comercial "Almada Fórum", quando a maioria dos habitantes do concelho, que vivem nos subúrbios, deixaram de sentir necessidade de se deslocarem ao centro da cidade para fazerem compras. Alguns mais teimosos ainda continuaram a vir ver as "vistas" a Almada. Só se renderam com as obras do Metro e as dificuldades de se circular no eixo principal da cidade.
Mas o verdadeiro problema é que no centro de Almada, quase que só vivem pessoas idosas, reformadas e sem poder de compra e paciência para andar às compras nas lojas locais.
Se os jovens almadenses nos últimos vinte anos tivessem tido a oportunidade de permanecer na sua cidade, com habitações a preços mais acessíveis, a realidade seria diferente...
Infelizmente, à boa maneira portuguesa só nos lembramos de "Santa Bárbara" quando chove...
Mas é óbvio que se tem de fazer alguma coisa, apesar dos cartazes bonitos de propaganda do Município, espalhados pela cidade, não há cidade com futuro sem vida e sem jovens à sua volta.

8 comentários:

Blackbird disse...

Concordo plenamente Luis com o teu texto.

Com muito esforço comprei casa no centro de Almada, sabendo que podia comprar casa mais longe mas muito mais em conta... hoje arrependo-me amargamente dessa decisão! O nível de vida que teria muito melhor e a custo inferior nesse locais são bem melhores...

Abraço Luis

Rosa dos Ventos disse...

Imagem bem sugestiva do desalento mascarado de alegria! :-((

Abraço

Cris Caetano disse...

É verdade, foi o que aconteceu com a Baixa do Porto, uma pena, desde que abriram os shoppings. Quando sai de lá acabavam um prédio de habitações perto da Faculdade de Belas Artes e se ouvia falar muito em revitalizar a Baixa, e isso que acontece em Almada vai acontecendo por todo o lado...

Culpa destes arquitetos urbanistas. ;)

Beijinhos

Maria P. disse...

Quando as imagens dizem tudo...

Beijos, Luís M.

Luis Eme disse...

são opções que tomamos, Blackbird...

quando comprei casa em Almada, foi muito pela proximidade de Lisboa. estava a pouco mais de dez minutos do Tejo e dos cacilheiros.

mas depois as coisas vão perdendo o encanto...

Luis Eme disse...

é isso mesmo, Rosa...

disfarçar a realidade...

Luis Eme disse...

não culpo os arquitetos, Cris. culpo sim a falta de visão em relação ao futuro próximo dos autarcas...

Luis Eme disse...

é verdade, M. Maria Maio...