sexta-feira, maio 15, 2009

Almada Terra Mundo

Amanhã e depois celebram-se os 50 anos do Santuário a Cristo Rei, em Almada.

Conheço bem a história do monumento, uma inspiração do sinistro Cardeal Cerejeira, que ao visitar o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, pensou logo na realização de uma "cópia" em Portugal...
Foi um processo lento, pois a ideia nasceu em Outubro de 1934 e a inauguração do monumento só aconteceu em 17 de Maio de 1959...
No café (sempre o café...) falámos no assunto, pois a cidade está povoada de cartazes sobre a efeméride. Houve alguns desencontros sobre o aproveitamento político que o Município fazia deste acontecimento, com as criticas da ordem. Eu desta vez, achei perfeitamente natural o envolvimento da Câmara de Almada, porque o Santuário é o monumento mais importante do concelho e trás diariamente a Almada centenas de pessoas, o que por si só é uma mais valia turística para Almada.

10 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

É isso, Luís.
Se traz mais valias, é bom para o turismo e para as pessoas que têm nele o seu ganha-pão.
Por aqui passa-se o mesmo, só que nós temos cerca de 6 milhões de visitantes por ano...

Abraço

Maria P. disse...

Tu muda de café!:)

Beijos, Luís M.

Cris Caetano disse...

E vai ter festa? Adoro festa!

Beijinhos

Lúcia disse...

Pois traz. Mas isto parecdeu-me um bocado exagerado, pelo que vi hoje!
Beijos Luís

Luis Eme disse...

eu vejo a coisa assim, Rosa.

Luis Eme disse...

nem pensar, M. Maria Maio.

Luis Eme disse...

e que festa, só faltou o papa, Cris...

Luis Eme disse...

foi gente a mais sim, mas os comerciantes de Almada agradeceram, eles que estavam fartos da crise, Lúcia...

Borgia disse...

Mais grave que publicitar os apoios dados, é nao ter nada para publicitar. Creio que a Camara esta de parabens, ao querer fazer parte e dizer, que nao quer ficar de fora daquilo que as pessoas pensam e sentem.

Luis Eme disse...

claro, só se não bons politicos é que não percebiam o "filão", Borgia...