quarta-feira, maio 28, 2008

A Boca do Vento e o Olho de Boi

Esta bonita aguarela - quase que parece uma fotografia - é da autoria de Raul Russiano, um excelente artista almadense que já não está entre nós.
Os nomes do título do "post" são mesmo verdadeiros. Desde sempre que estes dois lugares são conhecidos por estes topónimos populares, já com um pé no Tejo, pelos Almadenses...

14 comentários:

Maria disse...

Ia já dizer "excelente fotografia".... depois vi que não era...
Olho de Boi conheço, não sabia que havia aí ao pé a Boca do Vento...

Beijinho, Luís

Deusa Odoya disse...

muito linda essa fotografia.
viajarei através de tí aos lugares mais belo do seu pais.
te aguardo em meu blog.
Sua nova amiga.
Regina Coeli

Maria P. disse...

Nomes curiosos sem dúvida.
A imagem belíssima.

Beijos*

jasmimdomeuquintal disse...

e parece mesmo uma foto.

samuel disse...

E não há por aí nenhuma casa para alugar... ao pé do rio? Ou do mar? Isso é que era!... Mudava-me já!

Abraço

Sotnas disse...

É importante divulgar os valores da nossa terra, neste caso um pintor.
Quanto aos nomes, são curiosos e gostaria de saber a sua origem: Boca do Vento até se percebe porque aquela zona é, em geral, bastante ventosa em qualquer época do ano. Quanto ao Olho de Boi, francamente gostaria que se alguém soubesse a origem do topónimo que nos explicasse.

Luis Eme disse...

é toda aquela zona junto ao novo elevador (parte superior) e ao miradouro, onde existe um bar-marisqueira, também ele da boca do vento, creio por ser uma zona muito ventosa, Maria...

Luis Eme disse...

obrigado pela visita, Regina...

Luis Eme disse...

curiosos e estranhos, M. Maria Maio.

a aguarela é linda...

Luis Eme disse...

pois parece, Jasmim...

Luis Eme disse...

é capaz de haver, Samuel, talvez um pouco inflacionada, pela proximidade do rio...

Luis Eme disse...

Sotnas, a origem do Olho de Boi está explicada (+ -) num dos livros de Raul Pereira de Sousa. Ele diz que a palavra Olho era muito utilizada como nome de nascente (na Estremadura), e aquela zona era rica em água doce, com a Fonte da Pipa...

CHRIS disse...

Por recomendação de um amigo, fui visitar este sítio. Não tive sorte: o dia estava super ventoso e frio e o acesso não foi fácil.
Depois desta imagem, tenho de voltar e levar novamente a minha Olympus.Pode ser que desta vez tenha mais sorte e consiga captar algo como esta foto.

Luis Eme disse...

Chris, não é uma foto, é uma aguarela...