quarta-feira, fevereiro 20, 2013

Olhar o Ginjal no Tejo


Já têm perguntado por aqui onde fica o Ginjal.

Esta é uma das fotografias que identifica muito bem este lugar ribeirinho, da Margem Sul, que também é conhecida como Outra Banda ou ainda Margem Esquerda.

Muito casario abandonado, mesmo no fim da fotografia aparece o elevedor panorâmico, que nos leva à Boca do Vento e até à Casa da Cerca (um dos lugares mais bonitos de Almada...)

A fotografia foi tirada a bordo do "Eborense", que faz cada vez menos travessias. E eu que gosto de viajar no convés e sentir o ar fresco do Tejo, mesmo nos dias calmos...

6 comentários:

Luis Rodrigues disse...

Não se percebe como é possível não se saber.

Teria a sua piada ver o ginjal cheio de gente nos fatos de treino dos passeios domingueiros. Os catraios á corrida e a saltar para a água.

(A minha cabeça continua a fugir para a estradinha que vai dar à afurada)

Rosa dos Ventos disse...

Em Lisboa mas com a vida um pouco enredada para sequer poder ir até à beira do Tejo!
Consegui atravessar a ponte no sábado mas estava enevoado...

Abraço

Cris Caetano disse...

Acho que nunca disse, mas "Ginjal" é maravilhosamente sonoro.

beijos, Luis

Luis Eme disse...

mas não, Luís, é mais pescadores e um ou outro turista.

Almada vive muito de costas para o rio.

Luis Eme disse...

tem estado uns dias esqusitos, sim, Rosa.

Luis Eme disse...

é verdade, Cris.

é quase uma canção. :)