quinta-feira, setembro 15, 2011

«É aqui que é o mar?»


Parou junto ao cais das colunas e ainda surpreendido, perguntou a quem estava por ali, «é aqui que é o mar?»


A meia-dúzia de pessoas que estavam por ali, olharam-no com cara de caso mas não lhe disseram qualquer palavra.

Nem mesmo quando quis saber onde estavam as ondas maiores que os homens grandes...

Limitaram-se a sorrir...

(Relato verídico contado por um homem do interior, da primeira vez que desembarcou a Lisboa, de comboio, vindo da Beira Alta, sem ainda nunca ter visto o mar. Mar que julgava assustador, gigantesco e infinito, pelas histórias que foi ouvindo contar, até descobrir o Tejo, aos 20 anos de idade...)

6 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Para ele era!

Abraço

CAP CRÉUS disse...

Bonito :-)

Luis Eme disse...

era mesmo, Rosa.

Luis Eme disse...

era uma realidade nossa, Cap.

quantos portugueses descobriram o mar e até as grandes cidades, apenas quando foram "obrigados" a servir a pátria.

elvira carvalho disse...

Andei por aqui na semana passada.
Um abraço e bom fim de semana

Luis Eme disse...

bom fim de semana, Elvira.