quinta-feira, setembro 16, 2010

Ezequiel não é Nome de Cão

Ezequiel não é nome de cão, mas sim de alguém que pode muito bem retratar a prática uma boa parte dos nossos políticos, que se acham acima da lei.

Falo de um senhor que é adjunto de Isaltino Morais e que foi durante anos presidente do Município de Sesimbra.

Como deve ser um "duro" e viu que o seu cartão de "vip autarca" não fazia cócegas aos agentes da autoridade, depois de terem rebocado o carro da filha estacionado em cima de uma passadeira, partiu primeiro para o insulto e depois para a agressão física, com dentadas e cuspidelas, à boa maneira rufia.

Li a notícia aqui, no blogue do Pedro, onde também se encontra um link do "CM", o nosso campeão de histórias de "faca e alguidar"...

Claro que esta sobranceria de quem tem algum poder, infelizmente, recebe muitas vezes como resposta, o silêncio e a complacência dos agentes de autoridade.

Alberto João é a figura modelar desta gente, que pensa que pode fazer e dizer tudo o que lhe "vem à veneta", e pior, que todas as pessoas têm preço...

Gostava muito que o senhor Ezequiel Lino fosse punido de uma forma exemplar, mas neste país, a justiça tem demasiadas curvas...
E é mais uma bela história para o cinema, ao jeito de um "Kilas", tão bem interpretado pelo Grande Mário Viegas.
Adenda: Não deixa de ser interessante lerem isto...

2 comentários:

Observador disse...

Uma atitude totalmente descabida de Ezequiel Lino.

Um mau exemplo.

Para esquecer ... imediatamente.

Luis Eme disse...

é assim este país, cheio de pequenos e grandes "donos do mundo", Observador...