quarta-feira, junho 02, 2010

Vestigios de Outro Ginjal (3)

Foram muito mais de mil barcas, que chegaram e partiram do Ginjal, ao longo dos tempos.
Não são menos os vestígios que perduram rente ao cais, corroídos pelo tempo e pelo sal que se mistura na foz do rio e tempera a água que chamamos doce.

6 comentários:

Maria P. disse...

Hum...andas muito fotografo!:)
eheheh

Beijinhos, Luís*

Rosa dos Ventos disse...

Belíssima foto!

Abraço

Cris Caetano disse...

Gostei! E não demora muito deixará de existir, está prá lá de corroído.

Beijos, Luis

Luis Eme disse...

quando falta assunto, não há nada como vestirmos a farpela de "fotógrafo", M. Maria Maio...

Luis Eme disse...

é mais uma sobre o Ginjal, Rosa...

Luis Eme disse...

pois está, mas penso que quando fazer as obras prometidas de requalificação do Ginjal, desaparecerá mesmo, Cris...