sábado, fevereiro 27, 2010

Tributo Poético a Almada

Foi hoje apresentado o caderno de poesia, "Tributo a Almada", da autoria do prof. Alexandre Castanheira, inserido na colecção "INDEX POESIS" - que já chegou ao número 78 - antecedendo a habitual sessão de "Poesia Vadia", que tem lugar no café "Le Bistro", em Almada, no último sábado de cada mês.

A apresentação foi animada por Francisco Naia, que cantou e musicou alguns poemas do bonito caderno, de uma das grandes referências da vida cultural almadense.
Não é por acaso que a capa é do pintor Albino Moura, pois as palavras poéticas agora editadas, de Alexandre Castanheira, acompanharam o álbum da exposição, "Almada do Meu Olhar", da sua autoria, que esteve patente na Oficina de Cultura em 2008.

6 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Enfim, é Almada em movimento e eu aqui parada num sítio onde nem sequer passam comboios! :-))

Abraço

Observador disse...

Muita gente aprendeu a olhar Almada pela escrita do Alexandre Castanheira.

Deixo-lhe, aqui, um abraço e um agradecimento por tudo o que tem sido.

Maria P. disse...

De facto é de louvar a actividade cultural desse lado do rio...

Beijinho, Luís M.

Luis Eme disse...

é mesmo, Rosa, todos os fins de semana, há coisas para ver e fazer.

daqui a pouco mais um lançamento de livro...

Luis Eme disse...

é verdade, Observador.

o professor Alexandre Castanheira é uma referência cultural em Almada.

Luis Eme disse...

pois é, M. Maria Maio.