sexta-feira, janeiro 01, 2010

O Tejo com Ondas

O ano começou sem surpresas, com todas as estações presentes num só dia: uma temperatura amena longe da sombra, a oferecer-nos a lembrança da Primavera; um Sol agradável, a espaços forte, a lembrar o Verão; umas nuvens cinzentas que se tapam o céu azul e pintam tudo o que nos rodeia de Outono; uns aguaceiros transversais que nos obrigam a arranjar um abrigo, assim como um Tejo cheio de ondas, fazem-me voltar à realidade, ao Inverno, do nosso contentamento ou descontentamento...
A fotografia é fresquinha, foi tirada um pouco antes do almoço...

8 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Por aqui só faltou o Tejo, de resto o dia apresentou-se assim mesmo!
"Como vires o 1, o 2 e o 3 verás o resto do mês" - diz o povo.
A ver vamos! :-)


Abraço, Luís e um bom ano

Observador disse...

Mais do que ser do nosso contentamento ou descontentamento, terá que ser da nossa resignação.
Meteorologicamente falando.

alice disse...

adoro atravessar o tejo nestes cacilheiros e tenho tão poucas oportunidades... assim com ondas fica tão bonito. tens muita sorte!

Maria P. disse...

O ano começa com ondas...

Beijinhos, Luís M.

Luis Eme disse...

até agora, a chuva tem aparecido diariamente, Rosa...

essa tua história de 1, 2, 3...

Luis Eme disse...

não nos resta outra coisa, Observador...

Luis Eme disse...

bonito mas assusta quem tem medo do mar, Alice...

e tu, gostas do mar?

Luis Eme disse...

ondas, ventos, água, neve, coisas radicais para todos os gostos, M. Maria Maio...