quinta-feira, março 12, 2009

Os Balanços e os Contrabalanços Socráticos...

Não queria falar de política, muito menos deste governo sofrível, mas o debate estridente na RTP1, com as "esperanças" dos partidos parlamentares, em que o representante do PS, faz o papel de Augusto Silva, sem malha. Ou seja tenta defender o indefensável, fez com que me apetecesse escrever.

Nem vou falar das bandeiras eleitoralistas, como os 150.000 empregos ou do não aumento de impostos (depois fica ofendido por lhe chamarem "pinóquio"...) vou falar sim das reformas que não se fizeram, na educação, na saúde, na justiça, na administração pública, na segurança, etc.
Na educação as coisas estão piores, porque os professores estão mais desmotivados e eles são parte essencial da resolução do problema...
Na saúde, em nome da contenção de despesas, despediram-se médicos, enfermeiros e fecharam-se centros de saúde e até serviços em hospitais. Nunca houve tantos casos de nascimentos em ambulâncias...
Na justiça continua tudo na mesma, processos intermináveis e dualidade gritante nos critérios penais. Ou seja, a justiça continua a não ser para todos. Os ricos continuam a conseguir contornar as leis e os pobres vão parar à prisão por coisas absurdas...
Na segurança, é o que vemos todos os dias na televisão. Há assaltos para todos os gostos e cada vez menos polícias nas ruas...
As únicas coisas em que são realmente bons, é na manipulação e na propaganda.
É a única explicação que encontro para os resultados das sondagens que são publicadas por aí (além dos tiros nos pés dos jeitosos - aliás jeitosa - do PSD...).
A única coisa que se safa nesta "posta" é o "Acrobata Azul" de Picasso...

16 comentários:

Maria P. disse...

Entre os balanços e contrabalanços, pode ser que embalem para a saída!...

Beijos, Luís M.

Observador disse...

Contorcionismo...

Rosa dos Ventos disse...

Tens razão!
On verra...

Abraço

Cris Caetano disse...

Está tudo dito, Luís.
Pessoalmente acho irritante vê-lo - Sócrates - com aquele sorrisinho congelado no rosto. Antes era o sorriso do Guterres que me irritava e não só, obviamente. Enfim.

Beijinhos e bom fim de semana

alice disse...

:) também adoro picasso! beijinhos, luís.

João Vasco disse...

Olá Luís

Passei por aqui para te contar que vão estar duas peças do Romeu Correia em exibição proximamente. O Vagabundo das Mãos de Oiro no dia 4 de Abril em Matosinhos (Associação Aurora da Liberdade) e ainda uma adaptação do romance Bonecos de Luz para teatro no certame VIII Fesgata de Alcobaça:

http://cultura.sapo.pt/detalhe_evento.aspx?id=61043

http://www.matosinhoshoje.com/index.asp?idEdicao=401&id=20444&idSeccao=3126&Action=noticia

Um abraço

Vasco

tulipa disse...

Ui...recuso-me a falar de política e muito menos de gentinha que não merece que eu perca 2 segundos a pensar neles...

Prefiro olhar pela janela e ver o dia se sol radiante que fez hoje e fará nos próximos dias...

Huummmm...tanto Amor e Paixão anda no ar; já com cheiro a Primavera o Amor vai começando a brotar dos corações de quem está enamorado.
Encontros e desencontros.
Sentimentos em efervescência.

Votos de boa semana.

NOTA: aviso que está patente ao público a minha 2ª exposição de fotografia, agora num Bar cá na Moita.

Lúcia disse...

Nesta posta safa-se a imagem e as tuas verdades. Ainda por cima o cenário já é mau, mas o ASS a falar...parece que ri de nós!
Beijinhos, Luís

Luis Eme disse...

a saída não digo, mas a maioria espero que fuja, M. Maria Maio.

Luis Eme disse...

do manhoso, Observador...

Luis Eme disse...

pois, Rosa...

Luis Eme disse...

enfim mesmo, Cris...

Luis Eme disse...

quem não adora, Alice?

Luis Eme disse...

óptimo, João Vasco.

Luis Eme disse...

fazes bem, Tulipa.

Luis Eme disse...

sim, o Augusto pensa que é engraçado, Lúcia.