sábado, fevereiro 28, 2009

Pacheko Continua ao Ataque

Pacheco Pereira continua a escolher o jornalismo como mote para as suas crónicas "públicas". Claro que nada do que ele diz é inocente.

É uma personalidade engraçadota. Pelo que escreve e diz, calculo que se deve achar um pouco acima dos mortais, talvez tenha mesmo encontrado qualquer carreiro que o leve até ao "território dos deuses"...
Fala dos políticos, como se não pertencesse ao seu mundo. Fala dos jornalistas como se não gostasse de vestir a sua pele, de influenciar o panorama político (tenta quase sempre) nas crónicas que escreve...
Parece que uma das coisas que mais o incomoda, é a "invasão" dos jornalistas na blogosfera.
Hoje escreveu: «Muitos jornalistas, em particular aqueles que fazem uma espécie de jornalismo "interpretativo", que pouco mais é que política com outro nome, encontraram nos blogues a possibilidade de terem plataformas próprias competindo no terreno politizado da blogosfera.» E também: «Envolvido nas guerras de blogues, em que o narcisismo impera num meio muito claustrofóbico, moldado cada vez mais por um radicalismo posicional e grupal, o jornalismo ganha os vícios dos blogues.»
Ele pode ter alguma razão, mas não tem nenhuma moral para dar lições a quem quer que seja, de boas práticas políticas ou jornalísticas. Basta recordar as suas perseguições doentias a Santana Lopes e Filipe Menezes, nas suas colunas de opinião.
O que mais curioso, é o senhor assinar os artigos como historiador...

4 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

É mais um dos artistas do circo em que se transformou este país!

Abraço

Luis Eme disse...

e que artista.

é de tal forma vedeta, que está acima de tudo e todos, Rosa...

Lúcia disse...

Ehehe - pelo texto, pela imagem que colocaste, pelo freparo final - é que só dá para rir:))

Luis Eme disse...

é a melhor solução, Lúcia, rir.