sábado, fevereiro 25, 2012

Para o Zeca Afonso


Hoje recebi um poema, escrito há dois dias, pela Clara Mestre, poetisa almadense. O seu título diz tudo:

"Para o Zeca Afonso
que nos deixou há 25 anos"

Cantou-nos o Natal dos Mendigos
o Menino D'oiro e sua Mãe
Fez as Cantigas de Maio
Trouxe um Amigo Também
Altos Castelos cantou
Andarilho das fronteiras
Vejam Bem onde ele andou
Com as suas sementeiras...
Alerta-nos com os Vampiros
Seguindo a Canção do Mar
Com a Balada do Sino
Junta a Canção de Embalar
Tantas mais ele cantou
Tanto aviso, tanto norte
para que o Canto Jovem 
Tivesse um pouco de sorte.

Temos saudades de ti
Cantamos tuas canções
estás sempre connosco aqui
junto dos nossos corações.

Obrigado Clara!

4 comentários:

elvira carvalho disse...

Gostei. Obrigada pela partilha.
Um abraço e bom Domingo

Observador disse...

Impossível não gostar.

Luis Eme disse...

olá Elvira.

Luis Eme disse...

também acho, Observador.