segunda-feira, fevereiro 13, 2012

O Almoço de Poetas no Ginjal


No próximo sábado serão apresentados dois livros na Oficina de Cultura, da minha autoria, pelo prof. Vitor Alaiz, após a inauguração da Festa das Artes da SCALA.

Um deles tem a cara do ginjal, não tivesse ele o título, "Almoço de Poetas no Ginjal".

Posso acrescentar que relata uma viagem poética de sonho, com a "aparição" de trinta e duas ilustres personagens da nossa literatura, enquanto o narrador espera pela companheira num dos restaurantes à beira rio.

Todos os "visitantes" falam do Tejo, uns mais que outros. Entre eles encontramos Fernando Pessoa, Sophia de Mello Breyner Andresen, Fernão Mendes Pinto, Irene Lisboa, José Cardoso Pires, Dinis Machado, Manuel da Fonseca, Alves Redol, Romeu Correia, Henrique Mota e Maria Rosa Colaço, que ilustra a contracapa com esta frase: «O Tejo é um rio mágico, onde navegam os nossos olhos.»

6 comentários:

Cris Caetano disse...

Se me permitires, compartilho isto no Facebook. Só porque deu vontade, tá?

Beijos, Luis

momo disse...

Sim O Tejo es mágico.
Olá amigo de vez en cuando me gusta visitar tu orilla, y quuando visite este año Portugak me tienes que decir dionde puedo procurar tus libros.Beijos

Observador disse...

Isto de ter o nosso Tejo como pano de fundo é sublime.

Bom almoço e melhor convívio, Luis.

Luis Eme disse...

tá, Cris. :)

Luis Eme disse...

olá, Momo.

diz-me quando passares por cá.

Luis Eme disse...

grato, Observador.