terça-feira, novembro 16, 2010

Espelho de Água de Paula Varona


Paula Varona pintou Lisboa e o Tejo de uma forma singular, aproveitando a luminosidade única da Capital, que faz com que o rio se transforme num verdadeiro espelho de água...

10 comentários:

Catarina disse...

É verdade.
Não a conhecia.

Rosa dos Ventos disse...

Lindo este luminoso azul aos pés do Terreiro do Paço e a coroá-lo outro azul...
"Ouro sobre azul"!

Abraço

Maria P. disse...

Tão azul, azul...
:)

beijinho, Luís M.

Luis Eme disse...

quase que ofusca, Catarina.

Luis Eme disse...

é lindo mesmo, Rosa.

Luis Eme disse...

azul, do mar e do céu, M. Maria Maio...

Cris Caetano disse...

Um espetáculo!

Beijos, Luis

Luis Eme disse...

é mesmo, Cris.

momo disse...

Ahhh que lindo Luis...hace mucho tiempo que no leia tu puente (por falta de tiempo) y hoje estoy disfrutando...

Luis Eme disse...

gosto muito de te ter por aqui no Casario, Momo.