quinta-feira, outubro 21, 2010

"O Efeito Saramago"

Quem disse que os homens não falam de amor?

O último "post" deu que falar e de que maneira, ao ponto de ter vindo para a mesa, o agora chamado, "efeito saramago".

Afinal parece que todas as idades são boas para as pessoas se apaixonarem, mesmo depois dos cinquenta ou sessenta.

Os homens então são óptimos a "apaixonarem-se" por mulheres com metade da idade. E elas também, a apaixonarem-se por alguém com o dobro da idade. As mulheres dizem sempre que gostam da maturidade, do charme dos cabelos brancos. Nunca falam da flacidez do corpo nem da "carteira cheia", que é sempre o principal conforto para se viver "apaixonadamente" a tal vida quase de sonho, onde não pode faltar um casarão, um bom carro e um cartão de crédito quase ilimitado...

É mesmo assim, o "luxo" de casar de novo com uma "menina", com idade para ser nossa filha, tem o seu preço...

O mais curioso, foi quase todos sentirmos (mesmo que fosse a brincar...) alguma inveja de quem pode explorar ao máximo o tal "efeito saramago" e experimentar o "amor" com alguém com a "juventude" que já era...
O óleo é de Sally Storch.

11 comentários:

CAP CRÉUS disse...

Não me vou pronunciar sobre o efeito Saramago, mas vou dizer que o óleo é impecável!:-)

Rosa dos Ventos disse...

Como mulher mais que "madura" não me imagino a apaixonar-me por um jovem ainda mais novo do que o meu filho! :-))
E essa variante também existe...
A paixão além de efémera é passageira! :-)
O óleo é que não tem nada de efémero!

Abraço

G disse...

Convido-o a visitar o meu blogue ginjalelisboa@blogspot.com no qual coloco fotografias que faço no Ginjal (que considero um lugar quase mágico), poemas e músicas que selecciono.

Saudações.

Cris Caetano disse...

Fez-me rir, Luis. Gostei do "efeito Saramago".

O óleo é fantástico!

Beijos

Luis Eme disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria P. disse...

Claro que os homens falam de amor, ora esta...

:)Beijinhos*

Luis Eme disse...

pois é, Cap.

Luis Eme disse...

pois existe, Rosa.

há quem sinta falta do "carinho maternal"...

Luis Eme disse...

já visitei, G.

e o Ginjal é mágico, sim.

Luis Eme disse...

como diz o outro, tudo isto existe, tudo isto é fado, Cris...

Luis Eme disse...

se falam, M. Maria Maio.

muitas vezes com mais imaginação que as mulheres...