terça-feira, julho 08, 2008

O Ginjal e a Arte Almadense (IV)

Mais um quadro da Júlia Capêlo, pintora almadense, residente no casario do Ginjal.
Basta abrir as janelas da sua casa, viradas para o rio, para a perfumar com o cheiro do Tejo...

8 comentários:

Maria P. disse...

Parece belíssimo...

Beijos, Luís M.

Lúcia disse...

Bem bonito. Já agora: casário do Ginjal é uma zona específca do Ginjal? Desculpa se estou a ser um pouco..."lenta".
Abraço

Luis Eme disse...

pois parece, M. Maria Maio...

Luis Eme disse...

é lindo.

não Lúcia, não é uma zona especifica. chamo casario, às casas que ainda têm habitantes, no Ginjal (cada vez menos...) e onde a Júlia vive com a família... mas sou eu que chamo.

E, "Casario do Ginjal" foi o nome que escolhi para este blogue, sem haver uma razão lógica, por estar rente ao Tejo...

OBSERVADOR disse...

E o Tejo, Luis, e o Tejo...

Luis Eme disse...

sempre o Tejo, Observador...

Cris Caetano disse...

É lindo!!!

Beijinhos

Luis Eme disse...

pois é, Cris.