quarta-feira, abril 18, 2018

Aparentemente Almada ficou mais Próxima de Lisboa (e do Poder)...


Aparentemente Almada ficou mais próxima de Lisboa, onde continuam (e continuarão...) "sitiados" os senhores que mandam em coisas tão vulgares como o preço com que  se tabelam "as batatas e as galinhas", aqui e ali.

Isso acontece porque a Presidente é uma figura pública ligada à cultura, com um ar leve e simpático, e claro, não podemos esquecer o mais importante: pertence ao partido do poder.

E nós esperamos que Almada consiga ganhar alguma coisa com esta maior visibilidade de Inês Medeiros, além do "duelo criativo", proposto pela "Visão"...

2 comentários:

Gil António disse...

Bom dia. Oxalá que assim seja.
.
* Amor = Velas Acesas em Espinhos de Luz. *
.
Votos de um dia feliz.

Manuel Gomes disse...

O desafio que merece o exercício do cargo presidido pela Inês de Medeiros será enorme e com elevado grau de dificuldade. Almada não está para brincadeiras! E a representante do PS neste concelho não pode adiar por mais um ciclo autárquico o que de necessário Almada precisa! Presumo que Inês de Medeiros saberá melhor do que ninguém o melhor caminho a trilhar! Almada não poderá mais ficar a ver os comboios a passar!