quarta-feira, julho 25, 2012

A Marca da Autarquia na Cultura


Uma das coisas que acho mais incríveis no panorama cultural almadense, é o  total desaproveitamento que se tem feito do antigo Teatro Municipal, desde que a Companhia de Teatro de Almada se mudou para o Teatro Azul.

Numa cidade que ano após ano, se quer afirmar como a "Capital do Teatro", com mais de uma dezena de grupos teatrais amadores, além de três profissionais - e com falta de salas... - é incompreensível o que se tem passado.

Só há uma forma de compreender isto e tem a ver com a ânsia de "controlar" tudo o que se faz no panorama cultural de Almada, por parte da Autarquia.

Também nunca percebi por que razão em vez de se "distribuírem canas de pesca, se prefere dar peixe", ao movimento associativo (algum, claro)... 

Como cada vez sou menos ingénuo, não acredito que a crise "obrigue" a uma mudança de política, que poderia ser melhor para todos, com mais autonomia, independência e liberdade criativa.

4 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Uns com espaços ao abandono...outros sem nada!

Abraço

Observador disse...

Um espaço que bem aproveitado seria 'ouro sobre azul.'

Luis Eme disse...

é isso mesmo, Rosa.

Luis Eme disse...

sem dúvida, Observador.