quarta-feira, abril 25, 2012

Abril não Pode ser Apenas uma Memória


Ao olhar este quadro de Jacques Damville, descobri vários traços do Abril que vivemos actualmente, cada vez  mais distante do sonho, da esperança, da democracia e do respeito pelas pessoas.

Este corpo semi-despido e usado, pode muito bem simbolizar o povo português, todos aqueles que são sacrificados devido à ambição cega, incompetência e desonestidade dos maus governantes, que nunca foram de Abril.

A lareira simboliza também o nosso conformismo. É mais fácil ficarmos à lareira a contar e a ouvir histórias, que a sair para a rua e a atirar pelas janelas todos os "migueis de vasconcelos" que estão a vender a pátria, quase a retalho...

6 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Apesar de todos os enormes pesares e pesos que nos sufocam ainda podemos dizer BASTA, ainda podemos dizer NÃO!
Em nome dos que se sacrificaram durante a ditadura e em nome dos que estão a ser sacrificados em nome desta democracia de pacotilha!

Abraço

elvira carvalho disse...

Gostei do quadro e da sua comparação.
Abraço

Luis Eme disse...

acho que sim, Rosa.

mas não todos. :(

Luis Eme disse...

eu também, Elvira.

Cris Caetano disse...

Gostei muito da tua interpretação do quadro. Até acrescento que a moça do quadro é A cara do conformismo.

Beijos, Luis

Luis Eme disse...

também achei, Cris.