quinta-feira, maio 12, 2011

Bonecos do Ginjal (7)


Próximo da Fonte da Pipa, numa das suas paredes, havia uma pintura (bem mais agradável que muitas das pinturas que ocupam hoje o Ginjal), que entretanto desapareceu, provavelmente por ser entendida como "lixo" pelos proprietários.

Os elementos da pintura têm algo de anjos (talvez pelas asas...) e são passíveis de várias interpretações, dependendo apenas do olhar de cada um de nós...

7 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Transmitem uma enorme sensação de frescura, leveza, alegria...

Abraço

Isamar disse...

Com o Cristo-Rei à vista, esta pintura simbolizará a corte de anjos que O acompanha e que estão alerta sobre o Tejo. Serão anjos salvadores, sobre o azul marinho, sob o azul celeste.

Bem-hajas!

Beijinho

Luísa disse...

Se bem vejo, Luís, a figura feminina tem asas da cor das daquele anjinho rebelde que foi expulso do céu. Por que será?... ;-D

Luis Eme disse...

não sei não, Isamar.

Luis Eme disse...

perguntas bem, Luísa.

talvez tenha sido pintado por um anjo rebelde. :)

Cris Caetano disse...

Ih, fiz uma viagem... uma sereia apaixonada por um marinheiro, que após um acidente vira anjo, resolve ir ao encontro dele, daí as asas dela serem azuis como o mar e não brancas. Uma viagem pra lá de romântica, eu sei... :)

Beijos, Luis

Luis Eme disse...

gostei, Cris.