terça-feira, dezembro 01, 2009

A Chuva Miudinha e a Curiosidade de Rua

Desta vez não apanhei a frase no café, mas sim na rua, onde um fulano que falava com sicrano disse esta pérola:
«A gente gostava era de ouvir as escutas que eles fizeram.»
Acredito que esta dupla não queria saber nada do Godinho nem das suas negociatas sucateiras, apenas queriam saber o que o Sócrates disse ao amigo Vara, sobre a Manuela e seu execrável pasquim televisivo.
Pensava que esta história já tinha saído das ruas e dos cafés, mas não, a malta ainda quer saber o que para uns é criminoso e para outros não passa de uma conversa de circunstância. E provavelmente "sonha" que ainda apareça por aí uma transcrição da conversa, mesmo que seja num jornal de referência como o "Público", "Sol" ou "Expresso" e não no sempre infantigável "Correio da Manhã"...

Nem a chuva, muidinha, impede as "danças" de rua...

13 comentários:

CAP CRÉUS disse...

A raça humana é de facto muito curiosa!

Maria P. disse...

Sabes é pena ser chuva miudinha,não lava a lama...

:)Beijos*

Maria P. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rosa dos Ventos disse...

Só que a curiosidade matou o gato!
Não é assim que se costuma dizer?
Se calhar não dizem mesmo nada de jeito...
Sei lá!

Abraço

PS. Bela imagem, romântica mas também um pouco arrepiante.

Cris Caetano disse...

É... e dizem que as mulheres é que são curiosas... ;)

Beijinhos

alice disse...

;) deve ser uma delícia dançar à chuva... beijinhos, luís*

Lúcia disse...

A malta adora sangue. E os jornais têm tido muita culpa nisso!
Bjos, Luís

Luis Eme disse...

podes crer, Cap...

Luis Eme disse...

pois não, M. Maria Maio...

Luis Eme disse...

às vezes "mata", ou apanha-os, os outros, com o olho e ouvido na fechadura, Rosa...

Luis Eme disse...

pois dizem e segundo consta com proveito, Cris...

Luis Eme disse...

se o par for bom, concerteza que não há chuva que resista a uma boa dança, Alice...

Luis Eme disse...

sim, Lúcia, os jornais espremidos, sujam tudo...