segunda-feira, maio 29, 2017

As Quatro Estações...

Não, não vou falar da peça de Romeu Correia, mas sim desta segunda-feira, onde tivemos Outono, Inverno, Primavera e Verão, desde a manhã até ao final do dia. Algo que começa a ser comum no nosso país.

E a meio da tarde o céu voltou a ficar azul e a temperatura subiu, especialmente à beira do Tejo, com a maré a querer brincar às escondidas e a cobrir as praias do Ginjal.

Até houve quem aproveitasse para passear numa das embarcações típicas do rio mais bonito do mundo...

(Fotografia de Luís Eme)

2 comentários:

Isabel Pires disse...

Luís, e eu até vi isso tudo, incluindo as embarcações no Tejo.

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Ah quatro estações em verso
À sombra de umas ginjeiras
Sorvendo as brisas ligeiras
De certo vento transverso.

Com poetas de universo
Diverso às suas maneiras
Como essas fotos às beiras
Do mar e de cais diverso.

Bela postagem a mostrar
Toda a beleza do mar
Refletindo a poesia

Onde há luz a iluminar
Mesa discreta de um bar
Onde o poeta escrevia.

Grande abraço. Laerte.