quinta-feira, janeiro 07, 2016

Quando o Tejo se Transforma em Mar

Nestes dias de chuva e vento o Tejo fica com ondas e quase que se transforma num Mar.

Embora possa ser agradável para os olhos, quem não morre de amores por esta agitação das águas do rio, não esconde o receio durante a travessia, mesmo que os cacilheiros  demonstrem diariamente que são embarcações seguras e estáveis.

O que leva esta gente menos afoita com as águas mexidas de Janeiro a aventurar-se, é saber que a travessia faz-se em apenas dez minutos...

(Fotografia de Luís Eme)

4 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Eu que nunca enjoei, gosto do balanço. E da fotografia.
Um abraço e bom fim de semana

Vieira Calado disse...

De todas as maneiras, ficam a saber um pouco, do sabor dos antigos mareantes, por esse desconhecido adeante...
Um forte abraço!

Janita disse...

Nestes dias de nevoeiro e com o mar agitado, a travessia do Tejo deve amedrontar um bocado. Mas o sabor a aventura é algo que nos está no sangue!
Já olhei a foto vezes sem conta e não me canso.
Receio e respeito muito o mar e as águas profundas, mas sempre tive espírito de aventura. Afinal, descendo de marinheiros...:)

© Piedade Araújo Sol disse...

eu sou filha de marinheiro, mas não me atrevo a andar de barco quando as águas estão violentas.
a foto está excelente!
beijinho
:)