quinta-feira, abril 09, 2015

Tarde de Poesia com Orlando Laranjeiro


No sábado, dia 11 de Abril, às 16 horas, será inaugurada a exposição, "Era uma Vez um Associativista...", no Espaço Doces da Mimi (Almada), organizada pela SCALA.

Após a inauguração decorrerá a "Tarde de Poesia com Orlando Laranjeiro", um dos bons poetas de Almada, que consegue oferecer uma musicalidade muito própria às suas palavras bonitas.

Ofereço-vos um dos seus poemas, muito simbólico em relação aos dias de hoje...

“O Amigo”
                           
Esqueceste amigo!
Quando mais era preciso
Que te lembrasses
Esqueceste amigo!
Ou talvez não saibas
Que quando a dor
Nos abafa e deprime
Quando o peito estala
E nos oprime
Necessitamos por vezes
De uma simples palavra de conforto
Ou de um pequeno gesto a dizer-nos:
Estou contigo!
E é tão fácil amigo
E tão verdade
Quando dentro de nós
Mora de facto a amizade.
Mas se nada disto sentes
Se nada disto entendes
Ou achas que não mereço
Então…
É com mágoa que reconheço
E te digo
Que não és
Nem nunca foste
Meu amigo!                                                                                                              
Orlando Laranjeiro

2 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Gostei do poema.
Falsos amigos há muitos.
Um abraço

© Piedade Araújo Sol disse...

Gostei muito do poema.
Confesso que não conhecia este Poeta e vou ter de pesquisar para ler mais.
um beijo
:)