sábado, maio 26, 2012

Ainda as "foto-poesias" ...



Desta vez publico uma fotografia minha, de Almada,  e um poema do Alberto Afonso...


Recantos


Eu conheço este lugar!
Feito de sombras e de luz,
De janelas onde há muito ninguém se assoma.
Vejo solidão em cada pedra...
Paredes que vão caindo,
E um animal que fareja, porque não o seu destino...

Apetece-me caminhar por este lugar uma vez mais!
Encostar-me à sua sombra, e viajar no tempo quarenta anos atrás,
Onde o bulício das ruas se sobreponha ao silêncio do estio.

Agora que cá estou!
Não tenho mais tempo para vós... Nem para mais palavras.
Tenho onze anos, e quero voltar a nadar nas águas límpidas do Ginjal
Porque sei, que esta será provavelmente a minha última vez! (...)




4 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Também eu não tenho palavras para dizer perante a imagem e o poema!
Beleza e melancolia de mãos dadas!

Abraço

Luis Eme disse...

és uma querida, Rosa.

Cris Caetano disse...

Perfeito!

Beijos, Luis

Luis Eme disse...

é, Cris. :)