segunda-feira, julho 11, 2011

As Casas de Madeira da Costa


Eu nunca tive dúvidas que as casa de madeira que invadiram várias praias da Costa de Caparica, não tinham qualquer valor histórico, nem sei porque lhe chamam palheiros...


Também foi esta a conclusão dos estudos encomendados pela famosa "CostaPolis", pelo que acabarão por ser derrubadas.

O argumento (falso) de que as casas de madeira estavam ao nível das construídas pelos pescadores da Vieira de Leiria e das margens do Tejo e Sado, lá caiu por terra.

Estas casas sempre foram habitações de veraneio de algumas famílias que viram ali uma boa oportunidade de ter uma casa de férias de baixo custo, no domínio público marítimo, numa altura em que as praias da Costa estavam longe de ser concorridas como na actualidade.

8 comentários:

CAP CRÉUS disse...

AHAHA!
É preciso ter lata.
É como os da Ilha da Fuzeta. " Ah estamos aqui há muitos anos, blá, blá"
É só espertos!
Mas vão abaixo, certo?

Rosa dos Ventos disse...

Ainda resistem?!
Pensei que o mar já as tivesse levado a todas!
Claro que não se comparam com as da Vieira...

Cris Caetano disse...

Pura poluição visual.

Beijos, Luis e boa semana

Luis Eme disse...

é o "uso campião", Cap.

serve para tudo.

Luis Eme disse...

resistem da praia da Saúde até à da Mata, com bons areais, Rosa.

Luis Eme disse...

nem mais, Cris.

CAP CRÉUS disse...

É que é mesmo!:-)

Luis Eme disse...

é à portuguesa, Cap, à "gajo esperto".