domingo, junho 26, 2011

É Importante não Esquecer


Acho este postal (tal como o filme), muito elucidativo.


Não sei se terá efeitos práticos, mas pelo menos faz pensar.

O acidente do jovem cantor e actor, Angélico, que está hospitalizado em estado grave, diz-nos muito da inconsciência que grassa por aí. Além das velocidades alucinantes na auto-estrada continua a ser comum ver muita gente de carro sem cinto, especialmente crianças no banco de trás...

11 comentários:

Catarina disse...

É lamentável que as pessoas ainda tenham que ser recordadas a usar o cinto de segurança quer estejam à frente ou atrás. O excesso de velocidade diz muito sobre a mentalidade dos condutores e a eficácia (ou falta dela) das autoridades.

CAP CRÉUS disse...

Excesso de velocidade, manobras estupidamente perigosas, crianças à frente ao colo, carros sem seguro...
Eu acho que já não vale a pena torrar dinheiro em campanhas.
É multa-los a todos, e mete-los dentro da choldra!
E se levarmos com um tipo destes?

Cris Caetano disse...

Pois é, e não custa nada. Acho que multas que custam ao bolso são as mais eficazes.

Beijos, Luis

Observador disse...

Pois. O cinto. Um gesto que não custa nada.
Ou pode custar vidas.

P.S. - Infelizmente o Angélico já partiu.

Rosa dos Ventos disse...

Os exemplos trágicos são muitos, no entanto a "matança" continua na estrada!
Acabei de ler que uma jovem sem carta despistou-se, o carro ficou em fanicos, ela saiu ilesa e fugiu do local, depois de ter contactado alguém, abandonando a irmã, bebé, gravemente ferida e a ama da criança.
Será que o estado de choque pode explicar este comportamento?
Quem a autorizou a conduzir o carro sem ter carta?
Quem a retirou do local?

Rosa dos Ventos disse...

Afinal o que acima referi "escondia" um drama enorme...
Nada explica o abandono de vítimas mas esta jovem é também uma vítima!

Luis Eme disse...

cada vez mais, Catarina.

Luis Eme disse...

concordo contigo, Cap.

esta imbecilidade humana só lá vai com medidas altamente repressivas.

Luis Eme disse...

sim, Cris, na próxima vez pensam mais um pouco.

Luis Eme disse...

sem dúvida, Observador.

o Angélico é apenas mais um exemplo, embora já existiam várias pessoas a garantirem que ele tinha o cinto. as lesões que sofreu parecem indicar o contrário, mas...

Luis Eme disse...

mas a matança continua, Rosa.

infelizmente.